A soma da movimentação de cargas dos cinco portos catarinenses no primeiro semestre deste ano apresentou crescimento de 6,87% frente ao mesmo período de 2022. O desempenho do Estado ficou um pouco acima da média nacional para o semestre, que alcançou 6,38%. O resultado catarinense só não foi ainda melhor porque o Porto de Itajaí segue sem operação de contêineres devido a problemas na concessão do serviço à iniciativa privada.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Os números são da Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq). Na Região Sul, Santa Catarina liderou crescimento. O Paraná teve alta de 6,11% e o Rio Grande do Sul, de 2,61%. São Paulo, que tem o maior hub portuário do país, cresceu 0,35% no semestre.

Os cinco portos de SC movimentaram nos seis primeiros meses 29,3 milhões de toneladas, 4,77% do total nacional. Considerando essa medida, o Porto de São Francisco liderou com 7,5 milhões de toneladas, seguido pela Portonave com 7,4 milhões, Itapoá 5,2 milhões, Imbituba 3,7 milhões e Itajaí, 185 mil toneladas.

— Santa Catarina tem uma logística como poucos estados. E agora, com os investimentos públicos e a prioridade que o governo vem dando ao setor, temos tudo para seguir batendo recordes — comentou em nota da Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias o governador Jorginho Mello.

Continua depois da publicidade

O Estado seguiu com destaque na movimentação de contêineres, somando 21,7% dessas cargas atendidas no Brasil. Foram 1,2 milhões de TEUs, com crescimento de 3,12% frente aos mesmos meses de 2022. A Portonave manteve a vice-liderança nacional com 666.611 TEUs, atrás apenas do Porto de Santos. O Porto de Itapoá ficou em quarto lugar no ranking nacional, com 499.407 TEUs.

— São dados importantes e que só revelam que os portos administrados pelo Estado e pela iniciativa privada seguem performando positivamente, fruto de um melhor planejamento de gestão — comentou Beto Martins, secretário de Estado de Portos, Aeroportos e Ferrovias.

Leia também

“Não espero que o Senado aumente número de setores com alíquota reduzida”, diz Mansueto

Degustação às cegas de pratos com alga é destaque em Florianópolis

Governo de SC autoriza empresa a explorar parque ambiental conhecido por belas imagens

Destaques do NSC Total