nsc
    nsc

    Setor de transformação

    Produção industrial de SC recua 1,5% em fevereiro, informa o IBGE

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    08/04/2021 - 11h02
    Produtos de madeira em alta
    Produção de itens de madeira cresceu 9,5% em fevereiro em SC (Foto: Marco Favero, NSC, BD)

    A produção industrial catarinense teve queda de 1,5% no mês de fevereiro em relação a janeiro, na série com ajuste sazonal, informa pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada nesta quinta-feira. Na comparação com fevereiro do ano passado, o setor registrou crescimento de 8,1%, no acumulado do ano cresceu 9,5% e nos últimos 12 meses, recuou 3,1%.

    Arrecadação de ICMS cresce 10% em março e receita de SC soma R$ 2,84 bilhões

    Segundo a pesquisa, a produção média nacional da indústria teve queda de 0,7% em fevereiro frente a janeiro, na série com ajustes. Dos 15 estados pesquisados, dez tiveram resultados negativos. Os maiores recuos foram no Ceará (-7,7%), Pará (-7,4%) e Bahia (-5,8%). SC teve o sexto pior resultado (-1,5%). As maiores altas, em Mato Grosso (7,3%) e Espírito Santo (4,6%).

    Em Santa Catarina, a queda em fevereiro na série com ajustes ocorreu porque dois setores recuaram em relação ao mesmo mês do ano passado: alimentos (-14,3%) e minerais não metálicos, que inclui revestimentos cerâmicos e outros (-7,1%).

    Os setores industriais que registraram crescimento de produção em fevereiro frente ao mesmo mês de 2020 foram máquinas e equipamentos (32,1%), metalurgia (23,2%), papel e celulose (17,9%), máquinas, equipamentos e materiais elétricos (15,7%), confecções (13,9%), têxteis (13,4%), produtos de metal (12,5%), borracha e plástico (11,3%) e produtos de madeira (9,5%).

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas