nsc
    nsc

    Competitividade estadual

    SC é o estado com mais indicadores acima da média da OCDE, aponta ranking

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    19/09/2020 - 12h35
    Ranking do CLP dá nota máxima para SC em empreendimentos inovadores
    Ranking do CLP dá nota máxima para SC em empreendimentos inovadores (Foto: Acate, Divulgação)

    O Ranking de Competitividade dos Estados 2020, realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), confirma que Santa Catarina manteve o segundo lugar entre os estados mais competitivos do Brasil. Além disso, foi líder em indicadores acima da média dos registrados por países da OCDE, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Em função disso, ganhou o prêmio Excelência em Competitividade na categoria Destaque Internacional.

    A força da educação para o desenvolvimento

    Entre os indicadores gerais considerados na pesquisa, que consiste em comparações com outros estados, SC liderou nos pilares de sustentabilidade social, segurança pública e eficiência da máquina pública com nota 100. Na sequência, em educação obteve 86,4, em inovação 85,4, infraestrutura 67,8, solidez fiscal 67,5, sustentabilidade ambiental 66,6, potencial de mercado 61,0 e capital humano 45,6.

    Essa é a nona edição do ranking. Chama a atenção nota 100 para eficiência da máquina, mas o principal indicador em que SC subiu e liderou foi a oferta de serviços públicos digitais. Na pesquisa do ano anterior o estado tirou nota 82,5 nesse pilar. Na educação, SC tirou nota máxima no atendimento ao ensino infantil. No caso de inovação, ficou em primeiro em empreendimentos inovadores e em segundo lugar em conquista de patentes.

    Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, o prêmio Destaque Internacional reflete que SC é eficiente nos setores público e privado. Um dos apresentadores do prêmio, na cerimônia virtual realizada quinta-feira, Jair Ricker, parabenizou o governador Carlos Moisés e SC pela conquista do Destaque Internacional porque não é fácil superar a média da OCDE. No ano anterior, essa distinção foi conquistada por São Paulo.

    Elaborado principalmente para oferecer ao setor público e ao mercado indicadores comparativos em setores estratégicos nas áreas sociais e econômicas, o ranking também é uma importante ferramenta de avaliação da gestão pública. Apura e compara 73 indicadores agrupados em 10 áreas estratégicas que são: Sustentabilidade Ambiental, Capital Humano, Educação, Eficiência da Máquina Pública, Infraestrutura, Inovação, Potencial de Mercado, Solidez Fiscal, Segurança Pública e Sustentabilidade Social. Confira o ranking completo de 2020.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas