nsc
nsc

Negócios bilionários

SC registra valor recorde em fusões e aquisições: R$ 25 bilhões em 2021

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
06/04/2022 - 13h22 - Atualizada em: 06/04/2022 - 14h01
A aquisição da Hering pelo Grupo Soma foi o maior negócio de M&A de SC em 2021
A aquisição da Hering pelo Grupo Soma foi o maior negócio de M&A de SC em 2021 (Foto: Divulgação)

Com negócios envolvendo grandes empresas de diversos setores, as fusões em aquisições – M&A na sigla em inglês – foram recordes em Santa Catarina em 2021. O total de valores transacionados chegou a R$ 25 bilhões, 6,6 vezes mais do que os cerca de R$ 3,3 bilhões de 2020, segundo dados da Transactional Track Record (TTR). O número de negócios passou de 46 no Estado em 2020 para 98 no ano passado, o que significa um acréscimo de 113%, apurou a empresa KPMG.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O montante de recursos envolvidos – dinheiro, troca de ações e outros ativos – ocorreu porque o Estado registrou negócios com grandes empresas. O maior valor foi da Cia. Hering, vendida para o Grupo Soma por R$ 5,1 bilhões. A RD Station, do setor de tecnologia, foi adquirida pela Totvs por R$ 2 bilhões. Quase pelo mesmo preço, a Neoway, outra empresa de TI, foi adquirida pela B3, a bolsa brasileira, por R$ 1,8 bilhão.

Além disso, grandes grupos catarinenses do agronegócio, metalmecânica e outros fizeram aquisições e mais uma série de empresas médias e pequenas, em especial do setor de tecnologia, passaram pelo processo de M&A. Segundo João Caetano Magalhães, diretor da Redirection International, empresa especializada em fusões e aquisições, SC respondeu por 36% do total de negócios da Região Sul e ficou só atrás do Paraná.

Ainda segundo dados da KPMG, os três estados do Sul somaram 297 operações em 2021, um aumento de 95% frente a 2020. Assim, a região aumentou de 11,6% para 15,4% a participação nacional nesse tipo de negócio.

- Este aumento reflete o bom desempenho relativo da economia do Sul, o que atrai investimentos de empresas nacionais e estrangeiras, mas há também o movimento de empresas do Sul fazendo aquisições para consolidar e expandir suas posições regionais – explicou João Caetano.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas