nsc
    nsc

    Turismo

    Selo internacional Safe Travels é diferencial a visitantes em Santa Catarina

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    16/09/2020 - 19h21
    Treze Tílias, cidade que se diferencia pela cultura a
    Treze Tílias, cidade que se diferencia pela cultura austríaca, começa a receber mais turistas (Foto: Divulgação)

    Um dos setores mais afetados pela pandemia, o turismo, ganha novo impulso em Santa Catarina com a conquista do selo internacional de segurança Safe Travels, concedido pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC – World Travel & Tourism Council). A informação da concessão do selo foi confirmada pelo conselho para a Agência de Desenvolvimento do Turismo no Estado (Santur) nesta quarta-feira.

    Crise política exige mais engajamento dos catarinenses

    A Santur será a agência responsável pela emissão do selo Safe Travels para os equipamentos turísticos do Estado. A agência também vai lançar em breveo selo Programa Viaje + SC, para impulsionar o turismo regional, que também seguirá as regras da Organização Mundial da Saúde e do WTTC.

    De acordo com o presidente da Santur, Leandro ‘Mané’ Ferrari, essa distinção é um reconhecimento de que o Estado adotou os protocolos internacionais de prevenção ao novo coronavírus. Isso dá mais segurança aos viajantes e também aos prestadores de serviços ao setor.

    A Santur também será a responsável pela emissão do selo Safe Travels para os equipamentos turísticos do Estado. Além disso, vai lançar em breve o Programa Viaje + SC, que será um selo para impulsionar o turismo regional. Esse diferencial também vai exigir as regras de segurança da Organização Mundial da Saúde e do WTTC.

    Parte dos equipamentos turísticos de Santa Catarina, especialmente da rede hoteleira, opera com a capacidade máxima de 50%, o limite autorizado pelas normas sanitárias do Estado frente à Covid-19. Pela demanda registrada, a ocupação estaria próxima de 100%, mostram sistemas de inteligência artificial em estabelecimentos no Estado. Essa ocupação parcial já movimenta a economia de cidades com forte setor turístico, como Treze Tílias, que tem como atração principal a cultura austríaca; e Piratuba, que conta com hotéis que oferecem águas termais. Como as aglomerações seguem proibidas, quem viaja agora são famílias, que se deslocam com automóvel.

    O selo Safe Travels ajudará Santa Catarina a atrair mais turistas internacionais, que se pautam em informações técnicas para decidir viagens.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas