A empresa Schulz, o Senai e a startup i3C, todos de Joinville, desenvolveram inovação para caminhões trafegarem com mais segurança. Criaram um sistema de sensores inteligentes que avisam em tempo real ao motorista sobre a pressão do sistema de freio a ar, o que permite agir para evitar acidentes de trânsito.

Continua depois da publicidade

Receba notícias do DC via Telegram

Essa inovação foi concluída recentemente e tem foco em treinamento. A primeira apresentação externa está acontecendo agora na Autopar, feira de lançamento de serviços automotivos que abriu quarta-feira desta semana e vai até este sábado, em Curitiba.

Por enquanto, foi desenvolvido apenas um protótipo. É uma solução baseada no conceito de indústria 4.0. Segundo o engenheiro responsável pela pesquisa e desenvolvimento, Fábio Obaid, esse trabalho resultou na digitalização e captura de dados do sistema de freios que opera a ar.

O CTO (diretor de tecnologia) da i3C, Maikon Ulrich, explica que os dados são captados em todas as rodas, nos sistemas de freios e no monitoramento elétrico da bomba. Essas informações são transmitidas para a cabine do motorista e também para a nuvem.

Continua depois da publicidade

De acordo com o diretor de Operações da Divisão Automotiva da Schulz, Bruno Ferrari Salmeron, a opção de pesquisar uma solução para freio foi baseada no grande número de acidentes de caminhões que acontecem devido a falhas na reparaçao do sistema de freios. 

– Nossa sede está localizada quase à margem da BR-101, uma das estradas mais perigosas do Brasil. E a quantidade de acidentes que vemos todos os dias é muito grande, com boa parte tendo a falha nos freios como principal causa – disse o executivo. 

Destaques do NSC Total