nsc
nsc

Relatório anual

TI em SC: número de empresas cresce 28% e negócios com ações ficam perto de R$ 10 bi

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
15/12/2021 - 19h18 - Atualizada em: 16/12/2021 - 21h26
Setor de TI de SC abriu 10 mil novas vagas em 2021
Setor de TI de SC abriu 10 mil novas vagas em 2021 (Foto: Cristiano Estrela, NSC, BD)

O primeiro ano da pandemia, 2020, proporcionou surpresas positivas para o setor de tecnologia de informação de Santa Catarina. De acordo com o Tech Report 2021, divulgado pela Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) nesta quarta-feira, o total de empresas chegou a 17.720, o que significa crescimento de 28,4% frente ao ano anterior. O levantamento setorial anual realizado em parceria com a Neoway também apurou que SC registrou um crescimento de 63,2% no número de empresas nos últimos cinco anos - de 2015 a 2020, a maior expansão de TI no país.

Outro número que surpreendeu no evento virtual de apresentação do relatório, embora não seja parte do estudo por ser fato deste ano, foi a abordagem do presidente da Acate, Iomani Engelmann, sobre negócios envolvendo ações de empresas catarinenses do setor. Segundo ele, em 2021, as transações envolvendo participação de capital das empresas locais de tecnologia ficaram perto de R$ 10 bilhões considerando aberturas de capital (IPO) na bolsa, fusões e aquisições.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Entre os grandes negócios realizados em 2021 estão a venda da empresa RD Station para a Totvs, a venda da Neoway para a bolsa de valores B3, as aberturas de capital da Intelbras e Unifique, além de uma série de outras transações de venda ou M&A que envolveram valores menores.

O setor, em SC, fechou o ano de 2020 com faturamento de R$ 19,8 bilhões, com crescimento de 6,8% frente ao ano anterior, quando alcançou R$ 17, bilhões. Com o resultado, as empresas de TI responderam por 6,1% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual, frene a 5,9% do PIB no ano anterior. 

Segunddo o relatório, o Estado é o sexto em número de empresas de TI no país, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul. Em SC, as empresas do setor contam com boa distribuição geográfica. A grande Florianópolis lidera com 32,6% do total de empresas, seguida pelo Vale do Itajaí, 26,3% e Norte com 19%. As regiões Oeste, Sul e Serra somam 22,1% do total.

Outro ponto alto mostrado pelo Tech Report é o mercado de trabalho. O setor abriu cerca de 10 mil vagas formais ano passado chegou a 68 mil empregados. Segundo Iomani Engelmann, SC é o Estado com mais pessoas trabalhando na área específica de tecnologia da informação. A boa performance em produtividade também se repetiu.

-Santa Catarina tem um destaque importante em produtividade por colaborador. A média é R$ 66 mil reais de faturamento por colaborador ano por cada empresa que está no nosso Estado – observou Engelmann.

Essa média catarinense é acima da nacional, que ficou em R$ 56,2 mil por trabalhador. Os estados líderes, no último ano, foram Roraima e Mato Grosso, que ficaram em posição melhor do que SC.

A íntegra do estudo anual sobre o setor de tecnologia do Estado, divulgado pela Acate, está no https://www.techreportsc.com/

A associação também apresentou no evento online desta quarta-feira uma parceria com a Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) para oferecer novas opções de linhas de crédito às empresas associadas, contando com o Fundo Garantidor Acate. As operações, nessa linha, podem ser de até R$ 150 mil.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas