nsc
nsc

Avanço na América

Tigre adquire empresa nos EUA e projeta receita próxima de R$ 5 bilhões

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
09/04/2021 - 11h43
Otto von Sothen, presidente da Tigre
Otto von Sothen, presidente da Tigre (Foto: Tigre, Divulgação)

A multinacional Tigre, de Joinville, que este ano completa 80 anos, anunciou a aquisição da empresa Dura Plastic Products Inc., sediada na Califórnia, Estados Unidos. Com duas unidades fabris, a empresa americana fatura US$ 50 milhões (R$ 280 milhões) e deixa a Tigre mais próximo de receita líquida anual de R$ 5 bilhões este ano. O valor do negócio não foi revelado.

A Dura Plastic também é familiar, tem matriz na cidade de Beaumont e filial em Celina, no Tennessee. Produz mais de 2,8 mil itens para construção residencial, irrigação e drenagem, com vendas nos EUA e exterior.

Tigre faz aquisição e avança no segmento de torneiras de plástico

De acordo com o presidente do conselho da Tigre, Felipe Hansen, essa aquisição acelera a diversificação geográfica da companhia e a coloca mais perto da liderança e referência em sistemas de condução de água nas Américas. Na opinião do presidente da Tigre, Otto von Sothen, as duas companhias têm afinidade cultural, com foco na qualidade dos produtos e relacionamento de longa data com clientes.

Conforme von Sothen, com essa compra, a Tigre passa a ser o quinto maior grupo do setor no mercado dos Estados Unidos. A empresa de SC passou a atuar no mercado americano em 2006, com um centro de distribuição. Em 2007, construiu uma fábrica em Janesville, Wisconsin. A Dura Plastic pertencia ao grupo Vassallo, um dos pioneiros em produtos de PVC nos EUA.

A Tigre registra um bom momento em função da alta demanda por materiais de construção no Brasil e no mundo devido à pandemia. No ano passado, alcançou receita líquida de R$ 4,1 bilhões. Para este ano, projetou crescimento de 11%, isto é, cerca de R$ 4,55 bilhões. Com a aquisição da Dura Plastic, vai para perto dos R$ 5 bilhões.

Além da liderança na América Latina em itens para construção civil na área de hidráulica, a Tigre se diferencia em inovação. Tem fábricas com tecnologia de ponta, das quais 11 são no Brasil e 12 no exterior, essas últimas baseadas na Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, EUA, Paraguai, Peru e Uruguai. Atua também na produção de pincéis, sistemas de drenagem, tratamento e reutilização de água entre outros. Tem presença comercial em 40 países.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas