Santa Catarina fechou o primeiro semestre de 2024 com o emplacamento de 102.321 veículos, 18,60% mais do que nos mesmos meses de 2023, quando totalizou 86.272 unidades. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC).

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Nesse grupo de veículos emplacados estão automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários. Considerando apenas automóveis e comerciais leves foram 55.772 unidades emplacadas em SC até junho, um acréscimo de 15,54% frente ao primeiro semestre de 2023, quando somaram 48.269.

No Brasil, segundo dados nacionais da Fenabrave, foram emplacados 2.187.886, o que representou acréscimo de 16,30% frente ao mesmo período de 2023, quando foram vendidos 1.881.263. No grupo de automóveis e comerciais leves, as vendas nacionais somaram 1.073.285 unidades, 15,26% mais do que no mesmo período do ano anterior. Os cinco modelos mais vendidos foram Volkswagen Polo, Fiat Strada, Chevrolet Onix, Hyundai HB20 e Fiart Argo.

Em Santa Catarina, no mês de junho deste ano, foram emplacados 17.801 veículos, contra 15.876 do mesmo mês do ano passado, o que indica um acréscimo de 12,13%. Em junho frente a maio, houve crescimento de 1,10% porque as vendas do mês anterior somaram 17.608.

Continua depois da publicidade

Os maiores crescimentos em SC no primeiro semestre foram de motocicletas, 28,22% frente aos primeiros seis meses do ano passado. Em segundo lugar ficaram os comerciais leves, com alta de 21,83%.

A Fenabrave-SC apurou junto ao Detran, que a frota circulante no Estado é de 6.072.865 veículos e desses, 3.289.399 são automóveis, o que confirma o predomínio de carros de passeio e comerciais leves.  

Cenário positivo para o ano

As expectativas de vendas do setor para o segundo semestre são um pouco maiores do que no primeiro porque o segundo semestre é sempre mais aquecido, em especial no mercado de vendas a prazo.

A Fenabrave nacional diz que a oferta de financiamento melhorou, por isso o setor está crescendo 15% este ano e deverá alcançar venda de 2,5 milhões de automóveis e comerciais leves este ano no país. Mas não serão melhores porque os juros básicos seguem altos, em 10,5%.

Continua depois da publicidade

O diretor regional da Fenabrave em SC, Alfredo Breitkopf, destaca que as 558 concessionárias do Estado oferecem produtos automotivos de qualidade, também com elevada qualidade de serviços aos consumidores.

– Nossas concessionárias estão comprometidas em proporcionar veículos seguros, tecnológicos e confortáveis para os clientes. Além disso, o profissionalismo da nossa equipe é um diferencial que ajuda o consumir catarinense no momento de decisão de compra – destaca Breitkopf.

Segundo o diretor executivo da Fenabrave, Piter Santana, o setor automotivo tem investido em capacitação e aperfeiçoamento constante de processos para garantir uma experiência positiva aos clientes. Segundo ele, a  Fenabrave- SC e o sindicato do setor, o Sincodiv-SC estão focados em elevar ainda mais o padrão de atendimento do setor em SC.

Vendas de tratores e máquinas agrícolas

Como tratores e máquinas agrícolas não são emplacados, os dados saem um mês depois porque o levantamento é feito junto a fabricantes. No Brasil, as vendas desses veículos em maio recuaram 31,98% frente ao mesmo mês do ano passado. Na comparação com o mês anterior, maio, caíram 42,47%. No acumulado de janeiro a maio, as vendas do setor recuaram 35,18% em relação a 2023.

Continua depois da publicidade

A indústria do setor apura que as principais causas do recuo das vendas de máquinas agrícolas são a queda dos preços dos grãos frente a 2023 e falta de financiamento com juros acessíveis.

Leia também

Energia, construção, comércio: Cooperativa de SC faz de tudo um pouco

Por que o cooperativismo é uma potência econômica em Santa Catarina

Cidade de SC apresenta suas atrações turísticas em São Paulo, Minas e no exterior

Engenheiros de SC integram ação voluntária de vistorias no Rio Grande do Sul

BRDE amplia crédito à inovação, sustentabilidade e obras frente ao clima

Destaques do NSC Total