nsc
nsc

Pesquisa

Vendas do comércio de SC sobem 7,6% em março frente a mesmo mês de 2020

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
07/05/2021 - 12h17
Com aumento de 66,2%, vendas de veículos lideraram alta do varejo em SC em março
Com aumento de 66,2%, vendas de veículos lideraram alta do varejo em SC em março (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

O volume de vendas do comércio de Santa Catarina em março teve queda de -0,6% frente ao mês imediatamente anterior na série com ajustes sazonais, mas subiu 7,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e destacam os resultados melhores deste ano ante meses que tiveram isolamento social em 2020. No primeiro trimestre as vendas de SC cresceram 1,7% e nos últimos 12 meses, acumularam alta de 6%.

No varejo ampliado, que inclui materiais de construção e veículos, em volume Santa Catarina teve queda de -1,4% em março frente ao mês anterior, mas cresceu 25,8% em relação ao mesmo período de 2020. Em receita nominal, SC caiu -0,1% em março, subiu 19,3% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, no ano subiu 11,9% e 12% em 12 meses.

Vendas do comércio de SC ficam estáveis em fevereiro, mostra IBGE

Como a comparação frente a março do ano passado foi impactada pela pandemia, em volume de vendas quase todos os setores cresceram em Santa Catarina. Quem puxou a alta foi o setor de veículos com 66,2%, seguido por materiais de construção (64,2%), móveis (62,5%), têxteis, vestuário e calçados (44,2%), eletrodomésticos (33,9%), artigos farmacêuticos (19,7%), livros, jornais e revisas (18%), equipamentos para escritórios (17,5%), combustíveis e lubrificantes (5,4%). A única queda ocorreu no setor de supermercados e hipermercados (-3,1%).

O Brasil também registrou queda de -0,6% em volume de vendas em março ante o mês anterior, cresceu 2,4% frente ao mesmo mês do ano passado, no ano teve queda de -0,6% e em 12 meses subiu 0,7%. No varejo ampliado, caiu -5,3 em março em relação ao mês anterior, cresceu 10,1% frente a março de 2020, no ano subiu 9,5% e em 12 meses, 6,95%.

Nos próximos meses, o impacto frente ao ano anterior vai continuar. O resultado negativo do setor supermercadista ocorreu porque em março do ano passado, quando o governo de Santa Catarina anunciou o isolamento social amplo, quase um lockdown em 17 de março, as famílias fizeram grande estoque de alimentos. Depois, retomaram compras normais.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas