nsc
nsc

Crescimento e bolsa

WEG lucra R$ 764 milhões no primeiro trimestre de 2021 e anuncia desdobramento de ações

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
28/04/2021 - 13h27 - Atualizada em: 29/04/2021 - 07h44
Uma das últimas novidades da WEG foi parceria com a EDP para fornecer estações de recarga ao veículo elétrico ZOE da Renault
Uma das últimas novidades da WEG foi parceria com a EDP para fornecer estações de recarga ao veículo elétrico ZOE da Renault (Foto: WEG, Divulgação)

A WEG, conglomerado industrial de Jaraguá do Sul, anunciou lucro líquido de R$ 764,25 milhões no primeiro trimestre deste ano, 74% superior ao do mesmo período de 2020 (R$ 440 milhões). A companhia realizou também um desdobramento de ações ordinárias para ampliar o acesso de investidores aos papéis na bolsa. Cada ação ordinária passou a representar duas ações ordinárias, sem elevação do capital social. 

No fechamento do mercado, terça (27/04), as ações da WEG estavam cotadas a R$ 74,02 na B3, a bolsa brasileira. Nesta quarta, com a divisão, por volta das 13h30min estavam em R$ 36,90, com recuo de -0,43%. 

-O desdobramento de ações da WEG tem como objetivos ampliar o acesso de investidores às ações emitidas pela companhia, diversificar a base acionária e aumentar a liquidez das ações. Essa é uma demanda recorrente dos investidores, principalmente os individuais (pessoas físicas), para terem acesso às ações da companhia - explica André M. Salgueiro, gerente de RI da WEG. 

Com a divisão, ficou mais fácil investir nos papéis da companhia. A proposta de desdobramento foi aprovada na assembleia geral ordinária e extraordinária realizada nesta terça-feira. Com a divisão, o total de ações subiu de 2.098.658.999 para 4.197.317.998.

Transformadores gigantes da WEG feitos em Blumenau vão ser exportados para a África

Em comunicado ao mercado, a WEG explicou que os direitos dos acionistas relativos a ações ordinárias de antes do desdobramento, incluindo os de detentores de American Depositary Receipts, nível 1, (ADRs) permanecem inalterados em relação à posição acionária anterior. O crédito das ações já desdobras será feito pelas instituições financeiras responsáveis na conta dos acionistas até o dia 30 de abril.

No balanço divulgado nesta quarta, a WEG comunicou receita operacional líquida de R$ 5,076 bilhões no primeiro semestre deste ano, com alta de 36,7% frente aos R$ 3,714 bilhões no mesmo período de 2020. O salto maior foi na receita do mercado interno, que alcançou R$ 2,343 bilhões no primeiro trimestre, 38,4% superior ante mesmos meses do ano anterior, de R$ 1,692 bilhão.

No mercado externo, a companhia obteve receita de R$ 2,733 bilhões, alta de 35,2% frente a do mesmo trimestre de 2020. O Ebitda alcançou R$ 1.016 bilhão, 64,2% maior do que o dos mesmos meses do ano passado.

Segundo a companhia, o crescimento da receita, melhores margens operacionais, ganhos e escala e eficiência na alocação de capital estão entre as razões dos bons indicadores financeiros. A desvalorização do real em mais de 22% no primeiro trimestre também ajudou nos resultados da companhia obtidos no exterior.

A WEG comunicou que registrou em diversos países, entre os quais Brasil e China, o crescimento de vendas de produtos de ciclo curto, o que indica uma retomada da economia mundial apesar de a pandemia ter mudado a realidade há um ano.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas