nsc
nsc

Trânsito

Área Azul de Blumenau usará sensores para fiscalizar veículos estacionados

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
02/05/2022 - 11h39
Os atuais 14 monitores concursados terão as funções revistas, segundo secretário
Os atuais 14 monitores concursados terão as funções revistas, segundo secretário (Foto: Patrick Rodrigues, BD, Santa)

A Área Azul de Blumenau usará sensores eletrônicos para fiscalizar o uso do estacionamento rotativo. Os motoristas poderão regularizar o veículo por meio de um aplicativo, informando a placa e o número da vaga ocupada. A instalação dos equipamentos está prevista no edital de licitação que será publicado nesta semana pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes. A coluna teve acesso aos detalhes.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Pelo mecanismo planejado, será possível regularizar o veículo pelo celular, parquímetro ou ainda pagando em estabelecimentos comerciais. O usuário poderá pagar com PIX, cartões de crédito e débito ou dinheiro. O sistema digital sinalizará à empresa administradora do serviço quais vagas de Área Azul estão ocupadas sem o devido pagamento. Assim, os monitores poderão ir direto aos locais com suspeita de irregularidade.

— Não vai mais ter aquele trabalho de correr atrás do que não está pago. O sistema é inteligente, através dos sensores, e vai identificar onde tem algum problema — explica o secretário Alexandro Fernandes.

No Brasil, São Paulo conta com um sistema parecido. Outras cidades, como Gramado (RS), implantaram parte da solução que Blumenau deseja. Fernandes diz que o modelo elaborado serve para atender às especificidades do município.

Com o sistema eletrônico, será possível ampliar o número de vagas rotativas de 1,3 mil para 2 mil, abrangendo regiões como a Vila Germânica e parte da Vila Nova. Também haverá fiscalização em dias de chuva. O funcionamento será ampliado das 18h às 19h.

O contrato prevê um investimento do município de, no máximo, R$ 6 milhões por 12 meses de contrato — prorrogável até 70 meses. Hoje, a Área Azul arrecada cerca de R$ 200 mil por mês. A expectativa é de que a receita aumente a ponto de cobrir os custos e sobrar dinheiro para investir no transporte coletivo da cidade.

A empresa a ser contratada terá de fornecer mão de obra para fiscalização das ruas. Os atuais 14 monitores da Área Azul de Blumenau terão as funções revistas. Entre as novas responsabilidades estará fiscalizar o cumprimento das regras pela contratada. O novo sistema deve começar a ser implantado no segundo semestre.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

Oktoberfest Blumenau tem plano para que 4 mil mudas virem árvores de sombra

Projeto eleitoral de Jorginho Mello ressuscita a federalização da Furb

BR-470 tem um histórico de pontes com estrutura de dar medo

Governo Bolsonaro segura verba e SC banca obras de duplicação da BR-470

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas