nsc
nsc

DUPLICAÇÃO DA BR-470

Arteris propõe nova ponte sobre o Rio Itajaí-Açu na BR-101

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
22/05/2022 - 07h46
Imagem que consta do projeto simula ponte marginal no sentido Curitiba
Imagem que consta do projeto simula ponte marginal no sentido Curitiba (Foto: Reprodução)

Consta dos planos da Arteris Litoral Sul, concessionária da BR-101, a construção de uma nova ponte sobre o Rio Itajaí-Açu entre Itajaí e Navegantes. A nova travessia, paralela às duas já existentes, funcionaria como marginal no sentido Curitiba e saída para a BR-470. O projeto foi apresentado na semana passada à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e está sob análise.

​> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

A ponte é parte de um conjunto de melhorias proposto pela Arteris para adequar o encontro das duas rodovias federais após a duplicação do viaduto da BR-470. Na defesa do projeto, a concessionária afirma que a travessia extra é necessária também porque “a possibilidade de colapso operacional da BR-101/SC no local é iminente”. O deslocamento entre Itajaí e Navegantes, por exemplo, poderia ser feito todo pela pista nova.

Se a ponte for rejeitada pela ANTT, a saída para a BR-470 terá poucos metros para desaceleração e sobre a pista principal, gerando as filas que já existem hoje. A Arteris destaca a inexistência de acostamento na atual ponte rumo ao norte, construída na década de 1960, o que inviabiliza outra alternativa.

Sentido Florianópolis

Situação diferente da descrita no sentido Florianópolis da BR-101. Neste caso, o projeto apresentado à ANTT dispensa a construção de uma ponte marginal, ao menos por enquanto. A atual travessia do rio, erguida há 20 anos, tem acostamento, que pode ser adaptado para servir à aceleração dos veículos de saída da BR-470, o chamado “ponto de entrelaçamento”.

Para quem estiver vindo de Penha pela BR-101 rumo a Blumenau, está prevista uma saída marginal que havia sido desenhada para o acesso a um condomínio industrial em fase de aprovação. A Arteris solicitou prioridade a esse ponto específico.

Acostamento da ponte no sentido Sul serviria como faixa de entrelaçamento
Acostamento da ponte no sentido Sul serviria como faixa de entrelaçamento
(Foto: )

Como o DNIT não incluiu as marginais da BR-101 no projeto da BR-470 e alega não ter recursos orçamentários para executá-las, a proposta é que a Arteris faça as obras e a conta seja diluída no pedágio pago pelos motoristas. Essa solução ainda depende de aprovação pela ANTT.

Enquanto isso, a agência permitiu que o DNIT execute a obra do viaduto em si, que estava bloqueada pelo impasse, mas recomeçou nesta semana. Um sinal de que a saída encontrada pelas partes tem boas chances de ser aprovada mais adiante.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

Obra do principal viaduto da BR-470 recomeça e fecha pista da BR-101

Rodoviária de Blumenau será avaliada por consultoria privada antes da concessão

Samae de Blumenau pede mais tempo para emitir conta no nome de quem aluga imóvel

Com aval da Câmara de Blumenau, nova seleção de diretores de escolas será em 2022

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas