nsc
nsc

PREVISÃO DE VERBAS

Corte no orçamento de rodovias federais em SC amplia dependência de emendas e verba estadual

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
08/03/2021 - 14h06 - Atualizada em: 09/03/2021 - 07h50
Duplicação da BR-470 depende de emendas parlamentares e verba estadual
Duplicação da BR-470 depende de emendas parlamentares e verba estadual (Foto: Patrick Rodrigues, BD, Santa)

Obras em três rodovias federais de Santa Catarina tiveram uma redução de R$ 8 milhões no orçamento da União para 2021. A previsão de verbas, que já era magra na proposta original enviada pelo governo ao Congresso, sofreu corte na Comissão Mista de Orçamento. A duplicação da BR-470, entre Navegantes e Indaial, perdeu R$ 3,7 milhões. Também tiveram cortes a BR-280, no Norte, (R$ 3,4 milhões) e a BR-163, no Oeste (R$ 984 mil).

​> Receba via Whatsapp as principais notícias de Blumenau e região.

Seguem garantidos em 2021 apenas R$ 55,7 milhões para a BR-470, R$ 55,8 milhões para a BR-280 e R$ 15,4 milhões para a BR-163. O relatório preliminar da comissão mista foi aprovado na última quinta-feira (4) com essas mudanças. O senador Dário Berger (MDB) e a deputada Carmen Zanotto (Cidadania) tentaram evitar os cortes apresentando emendas, mas foram votos vencidos.

Agora, a esperança para o orçamento das obras em rodovias federais catarinenses são as emendas coletivas, propostas por bancadas estaduais e comissões do Senado. A bancada de deputados e senadores do Estado incluiu no orçamento R$ 50 milhões para cada uma das três rodovias. A Comissão de Infraestrutura aprovou duas emendas, por sugestão de Berger e do senador Esperidião Amin (PP): uma de R$ 123,2 milhões para a BR-470 e outra de R$ 100 milhões para a BR-163.

As BRs 470 e 163 ainda podem receber dinheiro do governo estadual, caso se concretize proposta do governador Carlos Moisés (PSL). Seriam R$ 200 milhões para a rodovia do Vale do Itajaí e R$ 50 milhões para a estrada do Oeste. Para que isso ocorra, a Assembleia Legislativa precisa aprovar o direcionamento de recursos do Estado a obras da União.

Ou seja, o andamento das principais melhorias em rodovias federais de Santa Catarina em 2021 depende mais do que nunca da representação política do Estado em Brasília. E da execução do plano divulgado pelo governador.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas