nsc
nsc

Atraso

Duplicação da BR-470: João Amin promete destravar projeto na Alesc

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
28/05/2021 - 05h45 - Atualizada em: 28/05/2021 - 06h41
Deputado telefonou a empresários do Vale do Itajaí após intensa pressão
Deputado telefonou a empresários do Vale do Itajaí após intensa pressão (Foto: Bruno Collaço, Divulgação)

O deputado estadual João Amin (PP) prometeu destravar na próxima semana a tramitação da proposta que prevê R$ 200 milhões do Estado para a duplicação da BR-470. O parlamentar confirmou a intenção a empresários do Vale do Itajaí após intensa pressão. Na terça-feira (25), o deputado estadual havia interrompido o andamento do processo pedindo vista à Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa (Alesc).

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

O que está em discussão é o veto da governadora Daniela Reinehr (sem partido) ao projeto de lei que havia sido enviado por Carlos Moisés (PSL) ao Legislativo. Deputados e lideranças do Vale do Itajaí esperavam que o veto fosse derrubado nesta semana. Assim, o governo poderia encaminhar um convênio para assumir custos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) na BR-470 e em mais duas rodovias: R$ 100 milhões na BR-163 e R$ 50 milhões na BR-280.

Amin disse que pediu vista para estudar por que Daniela vetou o projeto e o próprio Executivo agora quer derrubar o veto. Ele também criticou o fato de Santa Catarina entregar R$ 350 milhões ao governo federal sem exigir nenhuma contrapartida. O presidente da CCJ, deputado Milton Hobus (PSD), de Rio do Sul, chegou a pedir que o colega devolvesse o projeto já na próxima semana, mas Amin disse que não poderia comprometer-se com o prazo.

Ainda na terça, Amin e Ricardo Alba (PSL), de Blumenau, trocaram farpas na sessão da Alesc por causa do pedido de vista. Alba exibiu o vídeo do colega respondendo a Hobus durante a reunião — imagem que tratou de disparar em redes sociais minutos depois. Amin o acusou de antecipar a campanha eleitoral.

Pressão de entidades

O assunto reverberou com força no Vale do Itajaí. A Associação Empresarial de Blumenau (Acib) manifestou preocupação: “É extremamente necessária a liberação do projeto para discussão no plenário da AL o mais brevemente possível”. O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (Podemos), chamou o pedido de vista de “lamentável”. Até o deputado Ivan Naatz (PL), que em plenário havia apoiado João Amin no entrevero com Alba, publicou post em redes sociais dizendo que “não podemos mais admitir o atraso”.

Se em público houve barulho, nos bastidores a pressão foi maior ainda. Dezenas de entidades empresariais e da sociedade civil do Vale enviaram ofícios ou fizeram contato com o gabinete de Amin para pedir celeridade à tramitação do veto. O deputado procurou empresários para informar que liberará o assunto para votação na CCJ na semana que vem e prometer empenho na liberação dos R$ 200 milhões.

Develon da Rocha, presidente do Blumenau Convention & Visitors Bureau, foi um dos que recebeu telefonema de Amin. O empresário ficou satisfeito com a conversa e desejou que a pressão conjunta da região prossiga, inclusive em direção a Brasília:

— A união das entidades funcionou. Nós temos que cobrar para esses R$ 200 milhões chegarem o quanto antes.

Não custa lembrar: sem o dinheiro do Estado, a duplicação da BR-470 tem garantidos apenas R$ 56 milhões do governo federal para 2021.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

> Duplicação da BR-470: pedido de vista de João Amin esquenta debate na Alesc.

> Vetos de Bolsonaro cortam metade da verba federal prevista para a duplicação da BR-470.

> Entenda como o Estado planeja injetar dinheiro na duplicação da BR-470.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas