nsc
    nsc

    Trânsito livre

    Duplicação da BR-470 no viaduto da Mafisa passa pelo primeiro teste

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    18/08/2020 - 09h32
    Trânsito fluiu no primeiro dia de circulação pelo novo complexo viário
    Trânsito fluiu no primeiro dia de circulação pelo novo complexo viário (Foto: Patrick Rodrigues)

    A duplicação da BR-470 na região do viaduto da Mafisa passou pelo primeiro teste. Entre a manhã de segunda-feira (17) e esta terça, o trânsito fluiu a maior parte do tempo. Cenário bem diferente do que se via naquele trecho há anos. Só não está completamente resolvido o gargalo porque um semáforo ainda forma filas na entrada da SC-108.

    > Clique aqui para receber notícias de Blumenau e região via Whatsapp.

    No posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), não houve chamado ou solicitação envolvendo o trecho da rodovia estadual próximo ao cruzamento com a BR-470. Policiais vêm fazendo rondas pela região para monitorar o tráfego.

    Nas redes sociais, motoristas que tiveram dificuldade para adaptar-se à nova dinâmica do tráfego criticaram a sinalização — como costuma acontecer em mudanças desse tamanho. Mas o principal ponto de preocupação, apontado por quem passa pelo local diariamente, são as filas causadas por um semáforo na SC-108. No fim da tarde, elas chegaram à alça de saída da BR-470.

    O sinaleiro fica num ponto de retorno, onde está localizado um posto de combustíveis. Logo adiante há outro ponto de estrangulamento: a Rua Guilherme Scharf, que dá acesso ao bairro Fidélis.

    Como a rodovia é estadual, a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade é a responsável por organizar o tráfego — e também pela sinaleira. Porém, como o órgão não costuma estar muito presente, a prefeitura de Blumenau tem feito manutenções tanto no viaduto sobre a BR-470 quanto na programação do semáforo.

    Uma coisa é certa: que falta faz o prolongamento da Via Expressa!

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas