João Paulo Kleinübing (União) é o novo diretor representante de Santa Catarina no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A nomeação saiu em edição extra do Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (1º). A indicação do governador Jorginho Mello (PL) é para substituir o ex-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

Gerenciado pelos três estados do Sul, o BRDE tem seis diretores, dois indicados por cada governador. A presidência é rotativa. Além da possibilidade de indicar assessores e da influência numa instituição importante de fomento, o cargo é cobiçado pela alta remuneração: R$ 34 mil mensais, outros R$ 34 mil a título de “adicional de representação” e mais uma gratificação semestral de R$ 68 mil. São R$ 952 mil por ano.

Além de prefeito de Blumenau por dois mandatos, Kleinübing foi deputado federal, deputado estadual, presidente da Eletrosul, do Badesc e secretário de Estado da Saúde. Concorreu a prefeito novamente em 2020, mas foi derrotado no segundo turno por Mário Hildebrandt (Podemos). Não disputou as eleições de 2022.

No início deste ano, Kleinübing vinha participado de eventos comunitários e políticos em Blumenau. Falava em preparar o partido para a sucessão de Hildebrandt na prefeitura, em 2024. A indicação para o BRDE o obrigará a distanciar-se da cidade e das questões políticas locais.

Continua depois da publicidade

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

O resultado do encontro de SC com o ministro dos Transportes

Tramontin aprova uso do fundo partidário pelo Novo: “Eleitor não deu bola”

Pesquisa mostra Blumenau com a gasolina mais cara de SC antes do aumento

MEC mantém vivo o sonho da federalização da Furb

Destaques do NSC Total