nsc
nsc

Concessões

Novas atrações turísticas de Blumenau estão à espera da iniciativa privada

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
01/09/2020 - 15h01
Ideia é transferir a locomotiva Macuca para a frente da réplica de estação
Ideia é transferir a locomotiva Macuca para a frente da réplica de estação (Foto: Reprodução)

Dois novos atrativos turísticos de Blumenau estão à espera de empresas interessadas em explorá-los. A prefeitura lançou na segunda-feira (31) os editais de concessão das praças Doutor Blumenau e Victor Konder. Quem quiser instalar negócios de alimentação nos dois locais terá de erguer as estruturas como parte do pagamento ao município.

> Quer receber as notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp? Clique aqui e entre no grupo do Santa.

Na praça Victor Konder, a da prefeitura, o vencedor precisará construir uma réplica da antiga Estação Blumenau, pertencente à Estrada de Ferro Santa Catarina (EFSC). O prédio deve seguir o estilo enxaimel, mas o local será diferente do original. Enquanto a estação ficava de frente para o rio, onde hoje está a sede do Executivo, a cópia será perto do ponto de táxi, no lugar do quiosque usado até pouco tempo pela Polícia Militar. Para lá a prefeitura planeja levar também a locomotiva Macuca.

Além do futuro edifício, o concessionário poderá usar 11.152 metros quadrados da praça — 23,7% da área total. Deverá haver uma plataforma em concreto para dispor mesas, cadeiras e banheiros públicos.

O edital restringe a concessão à "exploração comercial de atividades alimentícias (bar, restaurante, choperia, e/ou cafeteria).

Quem se interessar pelo negócio, deve pagar um aluguel mínimo de R$ 8,5 mil ao município. Porém, como a empresa terá de fazer as benfeitorias, o valor só começará a ser cobrado (corrigido pelo INPC) após 19,5 anos. O período de vigência da concessão é de 30 anos, podendo ser prorrogado por outros 30.

Doutor Blumenau

Na praça Doutor Blumenau, na esquina das ruas XV e Nereu Ramos, os setores convidados a participar da concorrência também são do ramo de alimentação. Eles deverão construir o local onde o estabelecimento funcionará, além de reformar os banheiros públicos, o palco e a parede com um mosaico.

Neste caso, o aluguel mensal mínimo será de R$ 3,3 mil, mas o concessionário poderá ficar sem pagá-lo por 3,8 anos uma vez que terá de fazer as obras no local. O período de concessão é de 10 anos, prorrogáveis por outros 10.

Estes são os primeiros editais de uma série de concessões à iniciativa privada planejada pela prefeitura de Blumenau. Resta saber se os negócios soarão interessantes aos empresários do ramo. Além das praças, a prefeitura está prestes a publicar os editais do Museu da Cerveja e do Frohsinn.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas