nsc
nsc

CENTRAL FECHADA

Pacientes com suspeita de Covid-19 se aglomeram em ambulatório de Blumenau

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
13/09/2021 - 11h39
Tempo de espera para teste superou três horas nesta segunda
Tempo de espera para teste superou três horas nesta segunda (Foto: Rui Fabiano da Silva, Arquivo Pessoal)

Pacientes com suspeita de Covid-19 aglomeraram-se junto a outros usuários do Ambulatório Geral da Escola Agrícola, em Blumenau, na manhã desta segunda-feira (13). A espera por testagem superou três horas, reunindo no mesmo espaço físico quem tinha sintomas de infecção por coronavírus e quem não tinha. A confusão ocorre uma semana após o fechamento da Central Covid-19 na Vila Germânica. O município avaliou que o problema foi pontual.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Rui Fabiano da Silva chegou às 7h30min com a filha de dois anos com a garganta inflamada e histórico de febre na noite de domingo. Após a triagem, ele foi orientado a aguardar nas áreas comuns do ambulatório, onde estavam dezenas de outros usuários. Somente às 10h30min a criança foi encaminhada para a testagem, mas então o pai foi informado de que primeiro o pediatra precisaria avaliá-la. Às 11h10min o resultado do teste finalmente saiu: negativo.

A repórter da NSC TV Isabela Corrêa esteve no ambulatório no fim da manhã e confirmou o relato. Havia um grande número de pacientes à espera, e todos misturados. Uma unidade de saúde transformada em vetor de contágio.

Segundo a Secretaria Municipal de Promoção da Saúde, o problema no AG Escola Agrícola foi pontual, com um número de atendimentos “maior do que o habitual”. Nesta manhã, 51 usuários procuraram atendimento para Covid-19, sendo que 22 receberam atendimento e 17 realizaram teste. Na última segunda-feira, dia 6, foram 46 atendimentos Covid-19 na Escola Agrícola durante o dia todo.

A secretaria ainda informou que a orientação é separar quem aguarda atendimento para Covid-19 dos demais usuários. Todos os pacientes devem usar máscara e álcool em gel.

Central da Vila Germânica

A Central Covid-19 da Vila Germânica foi desmontada no dia 6 de setembro, no meio do feriadão da Independência. Desde então, os atendimentos de casos suspeitos ocorrem em seis ambulatórios gerais. Quando a decisão foi tomada, o município informou que os profissionais da central seriam deslocados para a campanha de vacinação contra o coronavírus. Segundo a prefeitura, a estrutura na Vila Germânica tornou-se desnecessária devido à redução no número de casos suspeitos em Blumenau.

A média móvel de novos diagnósticos positivos de Covid-19 está no nível mais baixo desde outubro do ano passado, com 47 casos por dia. O dado considera a média dos sete dias anteriores.

Neste momento de tendência favorável nos números, nem a população e muito menos o município podem relaxar nos cuidados para evitar o contágio pelo coronavírus. As subidas e descidas do gráfico acima servem de alerta. A guerra ainda não acabou.

Teste de Covid-19 em Blumenau

  • Segunda a sexta, 7h às 23h: AGs Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza — que funciona em anexo ao Hospital Universitário da Furb.
  • Segunda a sexta, 7h às 20h: AGs Centro e Escola Agrícola
  • Sábados e domingos, das 7h às 18h: AGs Velha, Garcia e Itoupava.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

Duplicação da BR-470: Alesc aprova mais R$ 100 milhões prometidos por Moisés

Nova Curt Hering privilegia o pedestre, mas está mais difícil chegar até lá

Investigação sobre suástica nazista em piscina de SC ganha sobrevida

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas