nsc
    nsc

    Justiça Eleitoral

    Página anônima que criticava pré-candidatos em Blumenau era gerida por assessor parlamentar

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    04/09/2020 - 11h27
    Tribunal Regional Eleitoral mandou Facebook revelar identidade do autor da página
    Tribunal Regional Eleitoral mandou Facebook revelar identidade do autor da página (Foto: Marco Favero, BD, NSC Total)

    Um assessor parlamentar era o administrador da página Capivara Linguaruda, que criticava pré-candidatos às Eleições 2020 em Blumenau nas redes sociais sob anonimato. O Facebook Brasil revelou a identidade do autor depois que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deu razão a um pedido da candidatura de João Paulo Kleinübing (DEM). A Constituição brasileira assegura a livre manifestação, mas veda o anonimato.

    > ​> Quer receber as notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp? Clique aqui e entre no grupo do Santa.

    A coluna teve acesso ao documento que aponta Allison Nascimento como responsável pela página no Facebook e pelo perfil no Instagram. Nascimento é assessor do deputado Ricardo Alba, pré-candidato do PSL à prefeitura. Segundo o portal da transparência da Assembleia Legislativa (Alesc), ele recebe R$ 3,6 mil mensais para atuar em atividades externas de apoio parlamentar. O servidor comissionado tem Blumenau como sede.

    A defesa de Kleinübing acusou a página de fazer propaganda eleitoral negativa antecipada. O TRE ordenou que o Facebook retirasse do ar dois posts que procuravam associar o candidato a episódios de corrupção, como as operações Tapete Negro e Lava-Jato. Tanto a página quanto o perfil de Instagram saíram do ar logo em seguida.

    Outro alvo frequente da página anônima era o prefeito e pré-candidato à reeleição Mário Hildebrandt (Podemos).

    O que diz Allison Nascimento

    Em nota enviada à coluna, Allison Nascimento disse que a página Capivara Linguaruda "faz críticas, geralmente com humor, aos acontecimentos políticos". Ele disse que não usava o horário de trabalho para produzir os conteúdos e que o deputado Ricardo Alba não tinha conhecimento da atividade.

    "A página nunca postou fake news, nunca inventou assuntos, nem mesmo centrou suas postagens em uma única pessoa. O objetivo da página sempre foi de fazer críticas construtivas contra políticas e políticos da nossa cidade, com a finalidade única de esclarecer o cidadão blumenauense", afirmou.

    O que diz o deputado Ricardo Alba

    A assessoria de Alba informou que o deputado desconhecia o envolvimento do servidor com a página e que o repreendeu, mas não se manifestará sobre o assunto.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas