nsc
nsc

Redes sociais

Justiça manda Facebook tirar do ar conteúdos que criticavam Kleinübing

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
24/08/2020 - 16h36
Kleinübing é pré-candidato a prefeito de Blumenau pelo DEM
Kleinübing é pré-candidato a prefeito de Blumenau pelo DEM (Foto: Divulgação)

A Justiça Eleitoral ordenou que o Facebook Brasil retire do ar conteúdos que atacam o pré-candidato a prefeito de Blumenau nas Eleições 2020 João Paulo Kleinübing (DEM). A juíza Cíntia Gonçalves Costi deu razão à defesa de Kleinübing, que apontou "propaganda eleitoral negativa antecipada" em postagens do perfil anônimo Capivara Linguarda no Facebook e no Instagram.

> Que tal receber notícias de Blumenau e região direto no seu Whatsapp? É só clicar e confirmar.

O perfil costuma criticar com frequência, além de Kleinübing, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos). No caso de Kleinübing, os conteúdos procuravam associá-lo a episódios de corrupção, como as operações Tapete Negro, desencadeada em 2012, e Lava-Jato.

"Constata-se que as publicações do representado, ora recorrente, não se restringem à mera manifestação e ao posicionamento pessoal sobre questões políticas, transbordando os limites da liberdade de expressão e de manifestação do pensamento", observou a juíza na decisão.

Perfil anônimo

Também por ordem da juíza Cíntia Gonçalves Costi, em atendimento a outra solicitação dos advogados de Kleinübing, o Facebook Brasil também deve revelar informações sobre quem administra ou usa o perfil Capivara Linguaruda no Facebook e no Instagram. Neste caso, a ação busca a produção antecipada de provas para futuras demandas judiciais.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas