Sasha Bauer, a rainha mais longeva da história da Oktoberfest Blumenau, acionou a organização da festa na Justiça. Depois de três anos atuando na promoção do evento, ela cobra do Parque Vila Germânica cerca de R$ 19,6 mil relativos a parcelas não pagas da ajuda de custo. Segundo o município, não houve atividades de divulgação no período em questão.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

Sasha venceu o concurso para ser a rainha da Oktoberfest Blumenau 2020. Mas teve o reinado prolongado até 2022 porque a pandemia de Covid-19 obrigou o cancelamento da festa por dois anos seguidos.

No processo, ela alega ter deixado de receber nove parcelas da ajuda de custo de R$ 1.650 mensais. A Vila Germânica não quitou os pagamentos entre março e dezembro de 2021, com a exceção do mês de outubro daquele ano. No total, R$ 14,6 mil. Com correção, a dívida chegaria a R$ 19,6 mil.

Sasha diz que, à época, a organização da Oktoberfest fez sucessivas promessas de regularizar os pagamentos. E que, mesmo depois de passar a coroa à sucessora, em outubro do ano passado, continuou tentando negociar o recebimento.

Continua depois da publicidade

— É uma situação bem chata. Cobramos o ano passado inteiro. Depois que passamos a coroa, ficamos um mês mandando mensagens para diversas pessoas e ninguém quis resolver. Continuarei amando a festa, mas fico chateada por ter que envolver isso. Não precisava — disse a agora ex-rainha.

A advogada de Sasha Bauer, Larissa Pereira, informou que outra demanda judicial com as mesmas razões, da segunda-princesa Franciele Aline Schwanke, será protocolada nesta segunda-feira (24).

Contraponto

O Parque Vila Germânica informou que ainda não foi notificado do processo. Em nota, o órgão municipal responsável pela Oktoberfest disse que não houve atividades de divulgação do evento no período em que os pagamentos foram interrompidos:

“Cabe ressaltar que efetuamos os pagamentos de acordo com o contrato e somente interrompemos em 2021, por conta da imprevisibilidade, naquele momento, sobre a realização da festa, que foi causada pelo momento mais crítico da pandemia da Covid-19. Essa situação afetou milhares de trabalhadores envolvidos direta e indiretamente com a Oktoberfest, que foi cancelada por dois anos consecutivos. Nesse período da pandemia, em respeito ao momento e também às restrições vigentes à época, a organização da Oktoberfest não fez qualquer promoção do evento, como comumente faz em feiras, viagens e festas, esta é uma das mais importantes atribuições da realeza. Salientamos que quando formos notificados e tivermos acesso aos autos iremos apresentar todas as documentações necessárias sobre o caso”.

Continua depois da publicidade

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

Blumenau aposta em nova rotatória para evitar acidentes na Rua General Osório

Investidores querem construir 12 usinas hidrelétricas no Rio Itajaí-Açu

Da imigração aos 7 a 1, novo museu em SC aborda relações entre Brasil e Alemanha

Guarda de Trânsito de Blumenau ganhará seis motocicletas Harley Davidson

Destaques do NSC Total