nsc
nsc

faltou ambição

Avaí arrisca pouco e fica, mais uma vez, num empate frustrante

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
07/08/2021 - 20h46
Serrato teve a chance no início do segundo tempo, mas o gol não saiu
Serrato teve a chance no início do segundo tempo, mas o gol não saiu (Foto: reprodução/ Premiere FC / ge.globo)

O Avaí fez mais um empate, mais um pontinho, que claramente poderia ter sido vitória e mais três pontos. Isso ficou claro desde o começo da partida. Toda vez que apertava um pouco mais, o Avaí chegava e criava algum lance de área ou algum perigo para a defesa adversária. O time dominou o jogo com mais posse de bola, com mais finalizações e exigindo mais defesas do goleiro adversário.

Mas o Avaí arriscou pouco pra ganhar a partida. Claudinei Oliveira foi fazer as alterações que poderiam levar o time à vitória entre os 28 e os 32 do segundo tempo. É pouco tempo e muito conservadorismo.

> Receba notícias de Florianópolis e região no seu WhatsApp

No final das contas, na estratégia, o Avaí se agarrou muito mais ao pontinho que tinha desse empate em 0 x 0 do que teve a ambição de vencer. É o perfil do seu treinador, que muitas vezes parece não confiar na qualidade que o time tem, sobretudo do meio pra frente.

> Confira notícias e quadro de medalhas das Olimpíadas

O Avaí pode mais e poderia mais em algumas partidas recentes, como contra o Vitória e o CSA. Mas é preciso confiar no potencial que o time tem, como um dos melhores times dessa Série B.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas