nsc
    nsc

    Não deu

    Figueirense não teve chances em São Luís

    Compartilhe

    Faraco
    Por Faraco
    14/10/2020 - 18h06 - Atualizada em: 15/10/2020 - 06h52
    Elyeser e Guilherme em lance de bola parada no Castelão
    Elyeser e Guilherme em lance de bola parada no Castelão (Foto: Andrey de Oliveira/ FFC)

    Ficou claro que o Figueirense não teve como competir contra o Sampaio Corrêa. A derrota por 3 x 0 veio aos natural. Com 10 desfalques prévios e mais dois em cima da hora, a equipe não tinha condições de lutar por algum resultado em campo. O jogo mostrou isso.

    Por mais que considere que a estratégia em campo tenha sido equivocada, pois o Figueirense ofereceu ao Sampaio Corrêa o que ele queria, saindo com toques e errando essa saída de bola, o mais contundente é que este jogo não deveria ter sido realizado.

    O Figueirense teve que escalar quem “sobrou”, que foram os jogadores que deram negativo nos exames de coronavírus. O técnico Elano, que também testou positivo, teve que escalar quem restou e assim não se faz futebol.

    Talvez se tivesse jogado fechadinho, se livrando da bola e em contra-ataques, o Figueirense pudesse competir mais. Só que nem isso dá pra cobrar. Não havia condições.

    O Sampaio Corrêa venceu de forma protocolar. Se deu ao luxo de fazer o tempo passar no segundo tempo.

    Ao Figueirense está imposto o desafio de cuidar e recuperar seus funcionários e atletas – esta é a prioridade neste momento. Depois que o surto passar, tentar voltar mais forte e lutar pela permanência na Série B.

    Ouça o comentário do Rodrigo Faraco para a CBN Diário:

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas