nsc

publicidade

Faraco

STJD

Figueirense voltará a ter 23 pontos na tabela

Compartilhe

Por Faraco
08/10/2019 - 20h35 - Atualizada em: 08/10/2019 - 22h05
Figueirense não entrou em campo contra o Cuiabá (Foto: Rogerio Moroti/AssCom Dourado)
Figueirense não entrou em campo contra o Cuiabá (Foto: Rogerio Moroti/AssCom Dourado)

O Figueirense vai voltar a ter 23 pontos na tabela de classificação da Série B. A CBF havia retirado três pontos na noite de segunda-feira em função do julgamento do WO ocorrido no dia 20 de agosto no jogo contra o Cuiabá, pela 17ª rodada da competição.

Depois de muita discussão nesta terça-feira envolvendo o jurídico do clube, da Federação Catarinense de Futebol, a CBF e o STJD, a conclusão é que houve um erro de interpretação da decisão do julgamento da última semana.

Nesta terça à noite, o STJD esclareceu a questão e publicou um resumo da decisão, que acaba encaminhando e corrigindo o que deve ser feito e como a CBF deve conduzir a questão.

"A Quinta Comissão Disciplinar deste STJD deliberou, à unanimidade, por condenar o Figueirense/SC na forma do art. 203 do CBJD, aplicando-lhe a pena prevista, isto é, "multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais), e perda dos pontos em disputa a favor do adversário, na forma do regulamento", o que, no caso concreto, implicou em multa de R$3.000,00 (três mil reais), além da perda de 3 pontos em favor do Cuiabá/MT, em conformidade ao art. 56, §1º do RGC/2019".

Os advogados do clube esperavam o esclarecimento da questão no STJD para manifestação e tranquilização dos torcedores alvinegros.

— Depois de um dia de interlocuções junto ao STJD e CBF, recebemos nesta noite o teor integral da decisão, na qual ficou claro e inequívoco que a penalidade aplicada ao Figueirense é unicamente a declaração da vitória do Cuiabá por 3x0 em razão do WO e uma multa de R$ 3 mil. Sendo assim, os 3 pontos que foram deduzidos no dia de hoje retornarão ao clube, restabelecendo-se os 23 pontos — esclareceu o advogado especialista em direito esportivo Eduardo Carlezzo, que representou o Figueirense através de seu escritório no julgamento.

Carlezzo, que já havia considerado o resultado do julgamento muito bom para o clube, avaliou a discussão travada nesta terça como mais uma vitória.

Leia também

Figueirense acredita em erro de interpretação por perda de três pontos na Série B 2019

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Rodrigo Faraco

Faraco

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

rodrigo.faraco@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade