nsc
    nsc

    Surpresa

    Juventus elimina o Figueirense com méritos, bom futebol e repertório

    Compartilhe

    Faraco
    Por Faraco
    29/07/2020 - 23h06
    Juventus mandou no jogo e levou a vaga no Orlando Scarpelli
    Juventus mandou no jogo e levou a vaga no Orlando Scarpelli (Foto: Patrick Floriani/ FFC)

    Foi uma grande apresentação do Juventus no Orlando Scarpelli. Um primeiro tempo corajoso, de imposição, bom futebol, com o time do técnico Jorginho ocupando o campo de ataque e se impondo. O primeiro semifinalista do Campeonato Catarinense jogou bola no Orlando Scarpelli. 

    As jogadas pelo lado esquerdo foram o caminho. O lateral Luiz Henrique era o melhor em campo. O Juventus fez um gol e poderia ter feito pelo menos mais um.

    Já o Figueirense não funcionou. As escolhas do técnico Márcio Coelho não deram certo. Marquinho ficava aberto pelo lado direito e não conseguia produzir e nem barrar as subidas de Luiz Henrique. E a ausência de Elyeser também pesou. Era o jogador que dava força e suporte à marcação e à saída de bola no jogo de Jaraguá do Sul.

    O alvinegro só subiu de produção quando já estava perdendo por 2 x 0 e depois das mexidas. Com as entradas de Elyeser e Éverton o time teve um posicionamento mais adequado. O time pressionou e fez o gol. Foi o momento em que o time esteve melhor.

    Mas aí entrou o repertório do Juventus. O técnico Jorginho colocou Poffo e Fabinho para explorar os contra-ataques e os espaços deixados pelo Figueirense. Acabou fazendo dois gols assim e definindo o resultado e a classificação.

    Para o Juventus, uma noite história, uma atuação maravilhosa e merecidapassagem ás semifinais. Para o Figueirense, um peso enorme de uma eliminação. A vaga parecia certa com o resultado em Jaraguá do Sul. A pancada foi forte.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas