nsc
nsc

Debate

O Neymar que pede respeito é o mesmo que, muitas vezes, não respeita

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
10/09/2021 - 14h40
Neymar pediu respeito após a vitória sobre o Peru
Neymar pediu respeito após a vitória sobre o Peru (Foto: reprodução/ Rede Globo)

Na quinta-feira passada, a Seleção Brasileira venceu o Chile numa atuação sofrível em jogo válido pela Eliminatórias para a Copa do Mundo 2022. As críticas foram gerais. O time foi mal coletivamente, levou um sufoco dos chilenos, Weverton foi o melhor em campo, e Neymar apareceu visivelmente fora de fora – o que não quer dizer que está gordo. Estar fora de forma inclui outras valências como força, velocidade e até mesmo fôlego para um rendimento em alto nível durante 90 minutos.

No Instagram, Neymar mandou resposta às criticas após vitória sobre o Chile na semana passada
No Instagram, Neymar mandou resposta às criticas após vitória sobre o Chile na semana passada
(Foto: )

No dia seguinte, em suas redes sociais, Neymar deu a resposta: “Jogamos bem? Não! Ganhamos? Sim! Então F@D... Segue o baile. Seguimos fazendo história”. É um jeito não muito educado e respeitoso de lidar com as críticas, com as cobranças, que um jogador mundial, referência da Seleção Brasileira sempre vai ter. As críticas também significam respeito.

Neymar está próximo de completar 30 anos e ainda não entendeu o tamanho que tem e o que é ser referência e líder de uma geração de jogadores. Parece que a maturidade nunca chega.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Sobre a pergunta que fez na resposta ao repórter Eric Faria, da Rede Globo, a frase “não sei mais o que possa fazer com essa camisa pra galera respeitar o Neymar”, dá pra dizer que falta muito. Vai muito além dos resultados, por mais que faltem ainda muitos resultados a ele. Neste pacote completo resultados, referência, ídolo, líder de uma geração, falta bastante em termos de postura, principalmente.

> Para Parreira, o Brasil já está na Copa de 2022

Outro erro é se colocar numa condição que já fez de tudo em comparação com outros nomes históricos. As marcas de Neymar são excelentes, mas muito mais individuais do que coletivas, como é o jogo dele em campo normalmente.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas