O time alternativo do Avaí bateu o principal do Figueirense no jogo que vai entrar pra histórias como o “clássico da garotada”. Sim, porque os jovens azurras deram uma lição de garra e determinação para defender a vitória que foi construída com a qualidade do bom toque de bola que envolveu a defesa alvinegra em alguns momentos, como no gol único do jogo, marcado por Andrey.

Continua depois da publicidade

Avaí vence o Figueirense no clássico pela Copa Santa Catarina

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

O primeiro tempo foi do Avaí. O segundo tempo foi do Figueirense. A diferença foi a qualidade. O Avaí entrava tabelando e tocando para construir as jogadas. O Figueirense parava na barreira defensiva do Avaí e tentava chutes de fora da área ou cruzamentos do lado do campo.

Avaí e Figueirense apresentam histórico diferentes no clássico; entenda

Continua depois da publicidade

Guilherme Santos e Andrey do Avaí foram destaques nesse toque de bola. Na defesa o volante Wanderson e os dois zagueiros Vini e Camargo representaram a raça avaiana. Uma entrega que valeu os pontos somados e a segunda vitória em dois clássicos da temporada.

O Figueirense segue decepcionando o seu torcedor. Teve a bola no segundo tempo, mas não soube abrir a defesa do Avaí. Pouco toque de bola e pouco envolvimento. Baier arriscou bastante abrindo o time, mas pecou ao tirar o lateral Rennan Siqueira, que era o mais consciente no trabalho de bola e na produção ofensiva. 

Polêmicas e goleadas: relembre clássicos históricos entre Avaí x Figueirense

O clássico surpreendeu em um aspecto importante: a presença de público. Mais de 7,6 mil torcedores foram à Ressacada fazendo um real clima de clássico, uma atmosfera especial para o jogo. Ao final, muita festa da torcida do Avaí com a vitória da garotada pra cima do Figueirense. 

Destaques do NSC Total