nsc
nsc

consequências do ciclone

CERENE, na Palhoça, precisa da nossa ajuda

Compartilhe

Laine
Por Laine Valgas
03/07/2020 - 07h00 - Atualizada em: 03/07/2020 - 11h06
cerene
Como ficou a CERENE depois do ciclone. (Foto: Divulgação)

Há 24 anos eles fazem um belo trabalho de acolhimento, cuidado e recuperação de dependentes químicos de álcool e drogas em Santa Catarina e no Paraná. Falo do CERENE – Centro de Recuperação Nova Esperança que, neste tempo, já atendeu mais de 12 mil pessoas, nas 5 unidades que possui -  4 para homens e 1 para mulheres. 

Para este trabalho, eles contam com 60 pessoas em tempo integral, 18 em tempo parcial e mais um bom número de voluntários. E é essa entidade que agora precisa muito da sua ajuda: a unidade de Palhoça, na Grande Florianópolis, que acolhe 52 pessoas, foi duramente atingida pelo vendaval desta semana

Houve perdas em algumas coberturas, 3 quartos, e principalmente o ginásio de esportes que veio ao chão. “Nesse ginásio tínhamos instalado recentemente placas de energia fotovoltaica que também tiveram perda total. Um prejuízo de mais de 300 mil reais. Também vamos diminuir nossos acolhimentos enquanto terminarmos as reformas necessárias”, conta Marcos Mey, presidente do Cerene. 

> Ciclone provoca estragos e deixa ao menos 9 mortos em Santa Catarina

Neste momento, o que eles mais precisam é de telhas, madeiras, forração PVC, colchões, roupa de cama e, quem puder, alguma doação em dinheiro. Para saber como ajudar, ligue para os telefones (48) 98807-1881 ou (48) 3252-8152.

Veja mais fotos de como ficou o CERENE:

CERENE
CERENE antes do ciclone
(Foto: )

CERENE
Como ficou a CERENE depois do ciclone.
(Foto: )

CERENE
Como ficou a CERENE depois do ciclone.
(Foto: )

CERENE
Como ficou a CERENE depois do ciclone.
(Foto: )

CERENE
Como ficou a CERENE depois do ciclone.
(Foto: )

Laine Valgas

Colunista

Laine Valgas

Quem faz a diferença e dá exemplo na Grande Florianópolis ganha destaque especial da Laine Valgas.

siga Laine Valgas

Laine Valgas

Colunista

Laine Valgas

Quem faz a diferença e dá exemplo na Grande Florianópolis ganha destaque especial da Laine Valgas.

siga Laine Valgas

Mais colunistas

    Mais colunistas