nsc
    nsc

    Obituário

    Morre o empresário Roland Döhler, em Joinville

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    14/01/2021 - 18h10 - Atualizada em: 14/01/2021 - 19h34
    foto mostra roland dohler
    Roland era conselheiro na Döhler, em Joinville, empresa onde começou a trabalhar em 1953 (Foto: Arquivo Pessoal)

    Morreu nesta quinta-feira (14), o empresário Roland Döhler, um dos mais discretos e importantes dirigentes empresariais de Joinville. Irmão do ex-prefeito Udo Dohler, Roland tinha 83 anos de idade.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    > Cidade de SC é a terceira mais rica do Sul do Brasil

    O empresário começou a trabalhar na Döhler em 1953 como aprendiz de tecelagem. Foi técnico têxtil e estatístico. Também ocupou o cargo de diretor superintendente na empresa familiar e, atualmente fazia parte do conselho de administração da companhia.

    O velório e o sepultamento serão restritos à família devido às normas da vigilância sanitária nos casos de Covid. Ele completaria 84 anos no dia 29 de janeiro. Deixa a esposa, Ivoni Jahn Dohler; os filhos Carlos Alexandre e Elisabeth; e cinco netos e três bisnetos.

    > Como será a vacinação contra Covid-19 em Joinville

    Na sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Joinville, na tarde desta quinta-feira (14), foi feito um minuto de silêncio em respeito à morte do empresário. O presidente da Câmara, Maurício Peixer, também solicitou que um ofício seja enviado à família. 

    Roland fazia parte da terceira geração da família Döhler, que fundou a companhia de fiação em 1881, na antiga Colônia Dona Francisca. A empresa tem, atualmente, mais de 3 mil colaboradores e produz 1.400 toneladas de tecidos por mês.

    Errata: Entre as 19h15 e 19h40, a matéria informava errôneamente que a causa da morte era complicações por causa da Covid-19. A informação havia sido passada pelo departamento de comunicação da Döhler, que informou o erro à equipe do A Notícia. A família optou por não divulgar a causa da morte.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas