nsc
nsc

Empreendedorismo

A vodka de SC que nasceu no Vale da Cerveja e conquistou o mundo

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
03/07/2021 - 06h00
Marcos Kalvelage, um dos sócios da empresa: hobby que acabou virando negócio
Marcos Kalvelage, um dos sócios da empresa: hobby que acabou virando negócio (Foto: Patrick Rodrigues)

Blumenau ostenta o título de capital nacional da cerveja, mas também é berço de uma vodka premiada internacionalmente. Engarrafada pela primeira vez em 2013, a bebida destilada produzida pela Kalvelage dribla o senso comum de uma região que se habituou a brindar a base de lúpulo e malte e vem colecionando medalhas em concursos fora do Brasil.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

As conquistas mais recentes vieram no San Francisco World Spirits, competição disputada em abril que reuniu 3,5 mil rótulos de destilados de todo o planeta. A empresa subiu ao pódio com dois ouros, nas categorias vodka e gim, e levou uma prata na categoria vodka saborizada.

Com os resultados da competição deste ano, a Kalvelage já acumula 20 medalhas em concursos internacionais, em muitos casos desbancando concorrentes importados bem mais famosos. É um reconhecimento a uma marca que nasceu seguindo uma cartilha comum: os fundadores sentiam falta de destilados nacionais de qualidade.

Os irmãos Marcos, um engenheiro que trabalhou por anos no setor de mineração, e Maurício Kalvelage, arquiteto, pensavam em se aposentar e montar uma destilaria como hobby. No início dos anos 2000, eles começaram a estudar o assunto, visitar produtores e a fazer os primeiros testes. Familiares e amigos, naturalmente, foram as primeiras “cobaias” dos produtos. A reação surpreendeu.

— Quando começou o feedback positivo, montamos o plano de negócio — lembra Marcos.

A empresa em si acabou ganhando corpo apenas em 2012. Em 2013 saiu a primeira garrafa de vodka, que hoje decora a entrada de uma loja conceito que a Kalvelage mantém em Blumenau, e no ano seguinte veio o primeiro prêmio internacional. Em 2018, o gim passou a integrar o portfólio. A produção, por outro lado, acontece em Botuverá, pouco mais de uma hora de distância de carro. Lá os irmãos-sócios dizem ter encontrado as condições ideais, incluindo a qualidade da água disponível.

Parede na loja conceito da marca é vitrine das conquistas: já são 20 medalhas em concursos internacionais
Parede na loja conceito da marca é vitrine das conquistas: já são 20 medalhas em concursos internacionais
(Foto: )

A linha

Discreta sobre números para “não chamar a atenção do mercado”, a empresa prefere não abrir dados da produção, embora revele que a atual capacidade instalada na fábrica permite a ampliação do volume. As conquistas em concursos, no entanto, acabam falando por si.

— Essas premiações internacionais são a prova de que não somos nós que estamos falando que os nossos produtos são bons, e sim os juízes do mundo inteiro — considera Marcos.

Com uma linha de três tipos de vodkas e um gim, a Kalvelage está presente em bares, restaurantes e empórios dos três estados da região Sul, além de São Paulo, Espírito Santo e em alguns mercados do Nordeste. São segmentos que sofreram com restrições impostas pela pandemia, mas Marcos diz que a empresa conseguiu absorver bem os impactos. Ele promete lançar novos produtos e também já negocia exportar para outros países.

Leia também

Empresa de TI de Blumenau recebe aporte milionário de fundo de investimento

Projeto imobiliário gigantesco em Blumenau será discutido em audiência pública

Compra da Cia. Hering pelo Grupo Soma é aprovada sem restrições pelo Cade​​

Grupo paulista vai pagar R$ 30 milhões por escolas em Blumenau, Joinville e Florianópolis

Beagle recruta executivo ex-Dudalina e Altenburg para comandar a empresa​​​​​

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas