Dois acionistas minoritários da Teka foram à Justiça para tentar assumir o controle da empresa. Eles sustentam ter uma proposta de compra de todas as ações da fabricante blumenauense de artigos de cama, mesa e banho, que deixaria de ser uma companhia aberta e passaria a ter uma nova gestão.

Continua depois da publicidade

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

No início de agosto, os interessados enviaram um ofício ao juiz responsável pela recuperação judicial da Teka manifestando o interesse em apresentar uma oferta pública de aquisição de ações (OPA). Trata-se de um expediente para fechar o capital da empresa, que deixaria de ter papéis negociados na Bolsa de Valores.

Eles afirmam que as condições gerais definidas para a OPA constarão em um documento que será firmado pelo ofertante e por uma instituição intermediária. Para levar a ideia adiante e transferir a gestão de mãos, no entanto, querem aval do juiz da recuperação judicial – é o que está sendo pedido agora.

No ofício, os interessados dizem ainda que, assumindo o controle da companhia, uma nova gestão colocaria em prática um plano de pagamento de dívidas com garantias financeiras, além de prestar as informações necessárias para que a Justiça acompanhe o caso. Ainda não há detalhes de como essa operação seria feita.

Continua depois da publicidade

A proposta, apurou a coluna, é diferente da oferta feita pela Bretton, holding que chegou a formalizar o interesse em comprar a Teka, mas que depois acabou desistindo do negócio.

Procurada para comentar o assunto, a direção da empresa não deu retorno.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também​

Blumenau analisa condomínio de 480 apartamentos na rua da Hemmer

Tupy busca recursos para financiar compra milionária de empresa

Os carros usados que o blumenauense mais procura na internet – e os que ele mais compra

Portobello investe R$ 100 milhões e tem receita e lucro maiores no 2º trimestre

As marcas de SC que estão no ranking das 100 mais valiosas do Brasil

Parque Beto Carrero cita Blumenau como exemplo ao criticar prefeitura de Penha

Fábrica de gaitas de Blumenau preserva há quase 100 anos o legado pioneiro da família Hering

Destaques do NSC Total