A catarinense WEG terá um novo presidente em 2024. O premiado executivo Harry Schmelzer Júnior deixará o comando de uma das maiores fabricantes de motores elétricos e transformadores do mundo no dia 31 de março do próximo ano. A empresa anunciou nesta sexta-feira (8) que o atual diretor superintendente da divisão de motores elétricos industriais, Alberto Yoshikazu Kuba, vai assumir o posto a partir de 1º de abril.

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Schmelzer comanda a WEG desde 2008, quando substituiu o então presidente Décio da Silva – herdeiro direto de um dos três fundadores da companhia, Eggon João da Silva. O engenheiro elétrico liderou uma forte expansão da empresa, com avanço na internacionalização do negócio.

Fora da linha de frente, Schmelzer deve passar a ocupar uma cadeira no conselho de administração da WEG entre 2024 e 2025. O nome do executivo, indicado por representantes do acionista controlador da empresa, será submetido à assembleia geral em abril do ano que vem.

“A trajetória do senhor Harry Schmelzer Júnior na direção da companhia alcançou pleno reconhecimento dentro da organização pelo seu arrojo, dedicação e capacidade de entregar resultados notáveis ao longo de dezesseis anos, o que foi corroborado nas inúmeras premiações de parte de diversas entidades, fóruns empresariais e da imprensa especializada”, destacou a WEG em fato relevante divulgado ao mercado.

Continua depois da publicidade

Quem é o sucessor

Dos seus 44 anos, Kuba tem 21 dedicados à WEG. Engenheiro eletricista com especialização em gestão empresarial, ele construiu carreira na empresa nas áreas de vendas de motores industriais no Brasil entre 2004 e 2009. Também atuou por 10 anos na China, na área comercial. O executivo assumiu em 2020 o atual cargo de diretor superintendente da divisão de motores elétricos industriais.

Leia também

Agência de publicidade monta QG em Blumenau para atender a Oktoberfest

Dupla sertaneja “fura” prefeitura e anuncia show em Blumenau na virada do ano

Publicidade no Grande Hotel vira alvo de reclamações na ouvidoria de Blumenau

WEG vai construir novas fábricas e investir R$ 1,2 bilhão até 2026

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp

Destaques do NSC Total