nsc
    nsc

    Empresas

    Após comprar prédio da Souza Cruz, Bella Janela acerta aquisição de empresa paulista

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    09/09/2020 - 14h00
    Bella Janela
    Empresa está preparando mudança para o imóvel que abrigava a Souza Cruz (Foto: Patrick Rodrigues)

    Quatro meses depois de formalizar a compra das antigas instalações da Souza Cruz no bairro Garcia, a blumenauense Bella Janela deu novo passo na estratégia de expansão. A fabricante de cortinas acaba de fechar a aquisição da Tapecol, empresa de Amparo (SP) especializada na produção de tecidos decorativos e com 55 anos de história. O valor do negócio não foi divulgado.

    > Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Com o reforço, a Bella Janela mira novos nichos de mercados. Além de cortinas, a Tapecol tem uma linha de tecidos para estofados, calçados e hotelaria. O parque fabril mantido na cidade paulista tem 50 teares e 60 funcionários, que serão incorporados. As negociações tiveram início há três meses e avançaram mesmo em um contexto ainda de incertezas provocadas pela pandemia.

    — Apesar da insegurança, sabíamos que seria algo bom para a nossa empresa — diz o empresário Roberto Baby, diretor da Bella Janela.

    A compra indica uma tendência de verticalização da produção. Baby acredita que a taxa atual do câmbio restringe importações e que a pandemia do novo coronavírus está fazendo com que ao menos uma parte do mercado consumidor valorize mais os produtos nacionais. A isso se soma uma demanda maior por artigos do lar, impulsionada pelo fato de as pessoas estarem mais tempo dentro de casa.

    — Estamos otimistas em relação à continuidade do consumo de itens domésticos. As pessoas estão cuidando mais das casas. E cortina não é só decoração, é acústica, privacidade, luminosidade — avalia o empresário.

    A aquisição chega em um momento em que a empresa começa a preparar a mudança para o prédio que por anos abrigou a indústria de cigarros. O espaço está passando por uma grande limpeza para receber gradativamente as operações entre dezembro e o início de 2021. 

    As primeiras áreas transferidas serão a expedição e parte da confecção, tecelagem e acabamento, além do setor administrativo. Segundo Baby, cerca de 300 dos 750 funcionários da Bella Janela já devem estar no imóvel no começo de 2021. A empresa tem certa pressa. Mesmo em ano atípico, já contratou 150 pessoas em 2020 e está com carteira de pedidos cheia até janeiro.

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas