nsc
    nsc

    Negócios

    Empresa têxtil de Blumenau compra imóvel que pertencia à Souza Cruz

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    22/05/2020 - 08h53 - Atualizada em: 22/05/2020 - 09h23
    Souza Cruz em Blumenau
    Indústria de cigarros havia desativado o complexo em setembro do ano passado (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

    As antigas instalações da Souza Cruz no bairro Garcia, em Blumenau, em breve terão um novo destino – mas continuarão em mãos blumenauenses. A Bella Janela, fabricante de cortinas e tecidos de parede, comprou o imóvel de 46 mil metros de área construída e vai concentrar naquele espaço a maior parte da produção, hoje espalhada em unidades pela cidade. A empresa também tem filiais em Anita Garibaldi e Lages.

    > Receba notícias do Santa por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do jornal

    As conversas começaram ainda em setembro do ano passado, logo depois que a indústria de cigarros anunciou o encerramento das atividades em Blumenau. A venda, parcelada, foi formalizada nesta semana, segundo Roberto Baby, diretor da Bella Janela. Os valores envolvidos não foram divulgados oficialmente, mas a coluna apurou que a transação é milionária.

    O complexo passará por pequenas reformas, que devem começar em julho, para ser adaptado ao negócio da Bella Janela. Baby diz que a ideia é “virar a chave total” no final do ano. O empresário está satisfeito. Com cada vez menos áreas disponíveis na cidade para operações fabris, classifica o negócio como uma “oportunidade de ouro” para expandir a empresa dentro do “Reino do Garcia”, pelo qual demonstra grande carinho.

    — Esse prédio parece que foi projetado para a Bella Janela – anima-se.

    Fundada em 1993, a Bella Janela fabrica 400 mil cortinas por mês. Os produtos abastecem 4 mil clientes, principalmente grandes redes varejistas do Brasil. A empresa também foi afetada pela pandemia do novo coronavírus e diminuiu a produção, mas aderiu à redução de jornada de trabalho para evitar demissões em massa – apenas alguns desligamentos pontuais e já programados foram feitos. Atualmente, são cerca de 650 funcionários.

    Segundo Baby, a expectativa é retomar a operação com toda a capacidade já em junho. A crise, acrescenta, pode ter aberto oportunidades para a Bella Janela. O empresário avalia que as políticas de isolamento provocaram mudanças de hábitos nos consumidores, que passaram a dar mais atenção para os cuidados e a decoração de casa. Além disso, Baby nota também uma simpatia maior pelos produtos nacionais.

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas