A Sommerfest Blumenau deve crescer em 2024. O novo formato da festa, que tenta afastar a pecha de Oktoberfest de verão e se transformar em um grande festival de música, rendeu elogios dentro da organização, apesar de alguns percalços. Em três dias, 11,7 mil pessoas passaram pela Vila Germânica.

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

— Está aprovado, esse é o modelo. Mas é claro que precisa de alguns ajustes — avalia o secretário Marcelo Greuel.

Para o próximo ano, a Sommerfest deve passar de três para seis dias, ou até oito, vislumbra Greuel. A secretaria também identificou que a nova proposta foi pouco divulgada, e a publicidade deve ser intensificada em 2024.

A pluralidade de estilos musicais deve ser mantida. Isso inclui a manutenção de uma área, provavelmente o Biergarten, específica para a exaltação da cultura germânica. Atrações nacionais também devem ser melhor divididas entre as datas.

Continua depois da publicidade

Para Greuel, a edição de 2023 foi um piloto. O próximo passo é ajustar os ponteiros. Ainda assim, o futuro do evento ainda é cercado de dúvidas. Internamente, cogita-se fortemente uma mudança de nome. Além disso, a Sommerfest, ou a programação que sucedê-la, estará vinculada à licitação da cervejaria oficial da Oktoberfest, prestes a ser lançada.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Movimento por “Oktoberfest artesanal” em Blumenau ganha um aliado de peso

Construção de três grandes prédios atrás de shopping de Blumenau será discutida em audiência

Entre erros e acertos, estreia da nova Sommerfest Blumenau indica um caminho para o futuro

Destaques do NSC Total