nsc
nsc

Turismo

City tour de Blumenau tem pontos de embarque de passageiros pré-definidos

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
29/04/2021 - 15h19
City Tour Blumenau
Montagem dá ideia de como seria o ônibus que faria o serviço na cidade (Foto: Divulgação)

Já está na Câmara de Vereadores de Blumenau o projeto de lei que prevê a criação de uma linha de ônibus exclusiva de turismo, responsável pelo futuro tour oficial da cidade, como a coluna antecipou em primeira mão. Embora o edital que vai detalhar as condições da operação ainda esteja em construção, o documento que pede autorização dos parlamentares para que o município libere a exploração do serviço pela iniciativa privada já traz algumas informações preliminares.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Uma delas é a intenção de que sejam exigidos ônibus com vista panorâmica (sem teto) para o serviço. O valor do ingresso será maior do que o de uma passagem comum do transporte coletivo regular. Os itinerários, a serem definidos pela futura concessionária – tudo sob supervisão do poder público –, devem ter meio dia ou um dia inteiro de duração, conforme o roteiro e o tempo de visitação em cada local. No documento, a prefeitura diz que pretende adotar modelo semelhante ao de Gramado (RS).

O projeto que será apreciado pelos parlamentares, no entanto, é um pouco mais burocrático. Nele, o Executivo requer autorização para que pequenas áreas públicas sejam concedidas à iniciativa privada. Tratam-se de locais onde serão instalados pontos de embarque e desembarque para os ônibus e de venda de ingressos. A relação inclui:

- O Centro Histórico (em frente ao Museu da Cerveja);

- Igreja Matriz/Rua Curt Hering (ponto de referência é a antiga sede das Lojas Pernambucanas, no cruzamento com a Rua Padre Jacobs);

- Teatro Carlos Gomes;

- Prefeitura de Blumenau/Praça da Estação;

- Central de Atendimento ao Turista, em frente ao Sesi;

- Parque Vila Germânica, em frente ao Setor 1;

- Morro do Aipim, em frente à entrada do Frohsinn;

- Prainha;

- Vila Itoupava, em frente ao Centro Turístico e Cultural.

Outras áreas privadas também poderão ser usadas para apanhar passageiros, desde que aprovadas pelo município. A licitação será na modalidade concorrência, ou seja, vencerá quem se dispor a pagar mais para ter o direito de explorar o serviço. O valor será revertido ao Fundo Municipal de Turismo. 

A expectativa é que o city tour comece a funcionar no ano que vem. Pontos turísticos tradicionais, como os museus Fritz Muller e da Cerveja, as praças que estão sendo concessionadas e a Vila Germânica devem integrar o roteiro. O prazo de concessão será de 10 anos, renováveis por outros 10.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas