nsc
    nsc

    Mercado imobiliário

    Empresas do Paraná apostam em megacondomínios imobiliários em Blumenau

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    05/04/2021 - 13h00
    High Park
    Um dos projetos a caminho é o High Park, no bairro Itoupava Norte (Foto: Divulgação)

    O megacondomínio projetado na Rua República Argentina, no bairro Ponta Aguda, não é caso isolado no mercado imobiliário de Blumenau. Há pelo menos outros dois projetos semelhantes no forno. 

    Um deles, com 242 unidades, está previsto para a Rua Frederico Jensen, no bairro Itoupavazinha. O empreendimento é do grupo Ábaco, que nasceu no Paraná, e ocupará um terreno de 104 mil metros quadrados.

    > Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    O projeto já apresentado em estudo de impacto de vizinhança (EIV) prevê, além dos lotes residenciais, salão de festas, academia, quadra de basquete, piscina e campo de futebol society, cozinhas e banheiros.

    Na Itoupava Norte, outro condomínio, com valor geral de vendas de R$ 40 milhões, está para sair do papel. O High Park é assinado pela também paranaense Paysage Corpal e ocupará uma área de 71,6 mil metros quadrados.

    Serão 95 lotes - já vendidos - com áreas que variam de 218 a 604 metros quadrados. É um condomínio no formato clube, com 1,6 mil metros quadrados de infraestrutura de lazer que contará com horta compartilhada, quadra poliesportiva, salão de festas, piscina com borda infinita, deck molhado, playground, brinquedoteca, espaço gourmet e academia. A previsão de entrega é de 24 meses.

    106

    É o número de imóveis alugados pela prefeitura de Blumenau atualmente. São terrenos, ranchos, salas comerciais e casas que abrigam as mais diversas estruturas públicas, como ESFs (estratégias de saúde da família), centrais de atendimento ao contribuinte e centros de educação infantil, entre outros. 

    A relação consta em ofício do gabinete do prefeito enviado à Câmara de Vereadores no início de março, em resposta à solicitação feita pelo vereador Emmanuel Tuca Santos (Novo).

    Mais energia

    A Leveros, que comercializa kits para geração de energia solar, está investindo R$ 5 milhões na ampliação de um centro de distribuição de 12 mil metros quadrados em Vila Velha (ES). 

    A empresa tem unidade em Blumenau e cresceu 300% em 2020, no rastro do interesse cada vez maior por sistemas fotovoltaicos. Para 2021, a meta é manter o ritmo acelerado – a expansão projetada é de 400%, com faturamento de R$ 100 milhões.

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas