A Heineken também foi desclassificada da licitação que vai definir a cervejaria oficial da Oktoberfest Blumenau pelos próximos seis anos. A inabilitação apimenta ainda mais a batalha comercial de gigantes do ramo cervejeiro, antecipada e detalhada pelos colegas Evandro de Assis e Anderson Silva, pela maior festa alemã das Américas e dá sobrevida à Ambev. Por ora a disputa segue incerta, com abertura de prazo para a reapresentação de documentos e uma nova sessão do pregão convocada para o dia 24 de abril.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

O evento germânico parecia estar caindo no colo da Heineken depois de a Ambev ter sido desqualificada da disputa poucos minutos antes, ainda na manhã desta segunda-feira (10). Mas, assim como a concorrente, a empresa não apresentou toda a documentação exigida em edital.

O que inabilitou a Heineken foi a não entrega, em tempo hábil, de documentação comprovando situação regular no cumprimento de encargos sociais, uma das exigências da licitação. Durante o pregão, a companhia alegou que a decisão seria um “excesso de formalismo”.

Antes disso, a pregoeira responsável já havia alertado a companhia de que o profissional que assinou documentos que atestariam a qualificação técnica para atender a Oktoberfest – como a comprovação de capacidade de produção mensal superior a um milhão de litros de cerveja por mês – não havia sido identificado na papelada apresentada.

Continua depois da publicidade

Com a inabilitação de ambas as cervejarias da disputa, a pregoeira recorreu a um dispositivo da lei de licitações para dar prazo de oito dias úteis, com vencimento no dia 20 de abril, para que as duas concorrentes reapresentem a documentação. Até lá o processo fica suspenso.

Os lances já dados no pregão serão preservados. Ou seja, a Ambev, que ofereceu R$ 5,11 milhões, contra R$ 5,10 milhões da Heineken, desponta como a favorita para ficar com a Oktoberfest Blumenau. Basta a ela fazer a lição de casa desta vez. Ainda assim, há um alto risco de judicialização da disputa independentemente do que acontecer nos próximos dias.

Leia também

Blumob planeja usar casa histórica para instalar nova sede em Blumenau

Giassi apresenta projeto de novo supermercado com centro comercial em SC

Uber lança opção para passageiro “furar fila” de espera em Blumenau e Joinville

Duelo entre Ambev e Heineken pela Oktoberfest Blumenau terá efeito cascata

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp ou Telegram

Destaques do NSC Total