nsc
nsc

Empresas

Hemmer dobra lucro e aumenta em R$ 105 milhões a receita líquida da empresa em 2020

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
02/04/2021 - 11h32 - Atualizada em: 02/04/2021 - 11h34
Hemmer
Tradicional empresa de Blumenau fabrica molhos e conservas (Foto: Divulgação)

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o ano de 2020 foi de resultados expressivos para a Hemmer, centenária fabricante de molhos e conservas de Blumenau. A receita operacional líquida da empresa atingiu R$ 374,4 milhões, um crescimento de quase 40% na comparação com 2019. Em números absolutos, foram cerca de R$ 105 milhões a mais em faturamento.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

Os dados constam no balanço financeiro da Hemmer, publicado nesta semana. O relatório revela que o lucro líquido também aumentou: mais que dobrou de 2019 para 2020, passando de R$ 10,6 milhões para R$ 24,6 milhões.

O resultado da Hemmer ficou acima da média geral da indústria de alimentos em 2020. Balanço divulgado em fevereiro pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) revelou que o segmento registrou crescimento de 12,8% em faturamento frente a 2019, atingindo R$ 789,2 bilhões – somadas exportações e vendas para o mercado interno. O volume de produção subiu 1,8%. No varejo, as vendas cresceram 16,2%.

Fundada em 1915, a Hemmer produz e comercializa molhos e diversos alimentos em conserva. Nos últimos anos, a companhia investiu em maquinário para ampliar a produção, abriu novos mercados no exterior e lançou uma linha de cervejas.

Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas