nsc
nsc

Exposição

Investidor quer novo Museu do Futebol em Blumenau aberto a tempo da Oktoberfest

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
29/07/2022 - 11h49
Faixa do título da Copa de 1958 é um dos itens do acervo do futuro museu
Faixa do título da Copa de 1958 é um dos itens do acervo do futuro museu (Foto: Divulgação)

Se depender da vontade da empresa habilitada para instalar o novo Museu do Futebol de Blumenau, a atração estará aberta ao público a tempo da Oktoberfest deste ano. A exposição não seria inaugurada com tudo o que o pesquisador Jules Soto, que está por trás da proposta, gostaria e planeja para o espaço, mas seria um cartão de visitas que pegaria carona no fluxo de turistas que virão à cidade para brindar o retorno da festa.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

— A Oktoberfest deste ano é redentora, depois da pandemia. Acho que a exposição não poderia faltar — disse Soto à coluna no final da manhã desta sexta-feira (29).

O tempo é o maior desafio, já que faltam pouco mais de dois meses para a abertura da festa. É um prazo apertado para abrir espaço no subsolo do Galegão, que hoje serve como depósito, e providenciar as reformas mínimas para abrigar a exposição. O secretário de Turismo e Lazer, Marcelo Greuel, não garante que a intervenção seja viável, mas diz que a prefeitura fará “um grande esforço” para tornar tudo possível. O município deve dar um retorno ao investidor na próxima semana.

Acervo não é problema. Soto tem uma exposição de pouco mais de 2 mil itens, focada em Copas do Mundo, que já está pronta e até pouco tempo atrás poderia ser conferida no outlet de Porto Belo. Mas o pesquisador tem planos mais ousados. Fala em até 25 mil itens no museu, contemplando outras competições como Copa América, Eurocopa, Champions League, Libertadores e Olimpíadas, além de futebol feminino.

— As grandes competições internacionais vão estar contempladas — promete Soto.

A ideia do curador é concentrar todo o seu acervo – há peças que estão guardadas por falta de espaço – no novo museu blumenauense, inclusive com itens que hoje compõem exposições itinerantes. A lista inclui uma infinidade de camisas, autógrafos de grandes jogadores, chuteiras, bolas e fotografias, entre outros artigos. Prefeitura e investidor estão divulgando que será o maior museu do esporte no Brasil.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Verba de R$ 31 milhões para a compra do Sesi voltará a Blumenau por outro caminho

Surge um novo candidato a prédio mais alto de Blumenau

Prédio de mais de meio século no Centro de Blumenau está à venda

Justiça encerra recuperação judicial de grande empresa têxtil de Blumenau

Hotéis de Blumenau caminham para o melhor ano da história após duro golpe da pandemia

Oktoberfest Blumenau 2022 considera duas opções de local para o parque de diversões

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas