nsc
nsc

Empresas

Marca gaúcha de refrigerantes mira expansão em SC a partir de base em Blumenau

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
28/08/2019 - 17h39
Com fábrica em Lajeado, a Fruki tem capacidade para produzir até 420 milhões de litros de bebidas por ano (Foto: Divulgação)

Três anos depois de atravessar pela primeira vez a fronteira e desembarcar com seus produtos em Santa Catarina, a Fruki, quase centenária indústria gaúcha de bebidas, vai reforçar sua presença no Estado com a abertura de um centro de distribuição próprio. A estrutura funcionará em um galpão na Rua Dr. Pedro Zimmermann, no bairro Itoupava Central, em Blumenau. A inauguração está prevista para 25 de setembro.

A cidade foi escolhida para receber o novo investimento – cujo valor não é divulgado – por uma estratégia logística: além de ser um bom mercado para a marca, está no meio do caminho entre a região de Joinville e o Litoral Norte, onde também há boa demanda. Com quase 2 mil metros quadrados de área construída, o CD de Blumenau será o primeiro da Fruki fora do Rio Grande do Sul e vai empregar 40 pessoas.

Hoje os produtos da marca são encontrados basicamente em algumas grandes redes varejistas de supermercados. Agora, com estrutura própria, a equipe de vendedores também será reforçada, de olho em comércios de menor porte, como padarias e mercados de bairro. A meta é ganhar corpo no Estado, diz o diretor comercial da empresa, João Carlos Miranda. De cerca de 60, o objetivo é aumentar a carteira de clientes para 500 em um prazo de seis meses.

Mais mercado

Bem-sucedido, o planejamento vai ajudar a ampliar a participação de Santa Catarina nas vendas da Fruki, hoje restrita a 6% do volume total. Para Miranda, é possível ampliar essa fatia para até 10% em curto e médio prazos. A aposta é baseada no ritmo acelerado de crescimento da empresa (19% no primeiro semestre) e da boa aceitação que, segundo ele, a marca vem tendo no Estado. Essa receptividade, inclusive, antecipou em três anos o projeto do centro de distribuição em Blumenau e, mantida, pode abrir espaço para novos investimentos no futuro.

— Eu não vejo como fugir de uma fábrica em Santa Catarina se a gente continuar crescendo como está — projeta o executivo.

Estrutura

A Fruki tem capacidade para fabricar até 420 milhões de litros de bebidas por ano. Sua linha inclui refrigerantes da marca homônima, energéticos, sucos, água mineral e a cerveja Bellavista. A sede fica em Lajeado (RS) e há centros de distribuição também nos municípios gaúchos de Caxias do Sul, Canoas, Pelotas e Santo Ângelo. Depois de Blumenau, será a vez de Chapecó receber esse tipo de reforço logístico em Santa Catarina, por meio de alguma parceria. Uma nova fábrica em Paverama (RS) também está prevista para o ano que vem.

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas