nsc
    nsc

    Empresas

    Mudança de nome para Ambev Tech consolida incorporação da HBSIS pela gigante cervejeira

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    11/12/2020 - 08h46
    Ambev Tech
    Empresa de Blumenau foi comprada em fevereiro do ano passado pela Ambev (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

    Quase dois anos depois de ter sido comprada pela Ambev e se tornar referência para o desenvolvimento de novas tecnologias da gigante cervejeira, a HBSIS assumiu uma nova identidade: Ambev Tech. A mudança foi comunicada ao mercado no fim de novembro e consolida o processo de incorporação da empresa blumenauense pela Ambev. É um movimento estratégico para unificar os times das duas companhias, diz Guilherme Pereira, CEO da Ambev Tech:

    > Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    — A Ambev entende muito de cerveja e a gente, de tecnologia. Unindo as duas empresas, conseguimos juntar o que as duas fazem de melhor: tech and beer. Hoje somos o hub de tecnologia da Ambev e fazemos parte da jornada de transformação digital da maior cervejaria do mundo.

    O executivo garante que nada muda na rotina da equipe de Blumenau, onde atualmente um time de cerca de mil pessoas, entre programadores, desenvolvedores e engenheiros, trabalha em soluções tecnológicas para aperfeiçoar o processo de distribuição de cervejas da Ambev.

    — Estamos focados em trazer soluções que transformem o dia a dia da Ambev e, mais importante ainda, garantam que vamos entregar a melhor bebida e da melhor maneira possível para os nossos clientes e consumidores — acrescenta o executivo.

    Antes de ser adquirida, a então HBSIS já era uma parceira antiga da Ambev, fornecendo sistemas usados principalmente no controle das operações logísticas. Poucos meses após a compra, a empresa se mudou para uma nova e moderna sede em Blumenau, com capacidade para abrigar até 1,2 mil funcionários. O prédio está mais vazio do que de costume por causa da pandemia, que levou muitos colaboradores para o home office.

    — Mas por já trabalharmos com bastante flexibilidade e ter vários profissionais já em home office, conseguimos adaptar 100% do time para trabalhar de casa, em segurança — diz Pereira.

    A Ambev Tech tem mais de 1,4 mil profissionais espalhados pelo Brasil. A maior parte deles fica em Blumenau. Outros ocupam unidades em São Paulo (SP), Sorocaba (SP), Maringá (PR) e Jaguariúna (SP). E ainda há espaço para mais: mesmo durante a pandemia a empresa manteve as contratações e, no momento, está com 150 vagas abertas.

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas