publicidade

Pedro

Empresas

Senior prepara internacionalização e mira a América Latina

Compartilhe

Por Pedro Machado
29/04/2019 - 10h44 - Atualizada em: 29/04/2019 - 10h44
O presidente da empresa, Carlênio Castelo Branco, vai à Colômbia mapear oportunidades de aquisição (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

A Senior começou a traçar os caminhos para se tornar uma multinacional. A empresa de Blumenau, uma das maiores do Brasil na área de desenvolvimento de softwares de gestão, já tem em mãos um estudo encomendado junto a uma consultoria que apontou países com maior possibilidade de aderência ao seu modelo de negócio.

O levantamento indica maior chance de sucesso na América Latina, e a Colômbia surge como o mercado mais atrativo para o início da expansão internacional.

Já está definido que a entrada no país vizinho se dará por meio da compra de alguma empresa que tenha produto consolidado localmente – alternativa considerada menos tortuosa por dispensar eventuais adaptações que soluções desenvolvidas no Brasil precisariam sofrer para atender exigências fiscais da realidade colombiana, por exemplo.

Alguns possíveis alvos já foram definidos. O presidente da Senior, Carlênio Castelo Branco, viaja em maio para lá para conhecê-los de perto.

O executivo acredita, porém, que este processo só deve ser concluído em 2020. Além da Colômbia, o México também aparece como mercado potencial. Em paralelo, a Senior segue mapeando oportunidades de novas aquisições no Brasil.

Apesar de a economia nacional, no geral, ainda não empolgar, a empresa vem se saindo bem. Cresceu cerca de 30% no primeiro trimestre, resultado puxado principalmente pelos clientes incorporados com a compra da Mega Sistemas, anunciada em dezembro.

Deixe seu comentário:

publicidade