nsc
    nsc

    Empresas

    Terrenos e antiga fábrica da Buettner em Brusque vão a leilão por R$ 141 milhões

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    21/09/2020 - 09h38 - Atualizada em: 22/09/2020 - 10h32
    Buettner
    Vista aérea do complexo fabril da Buettner (Foto: Divulgação)

    Sessenta e cinco imóveis que pertencem à Buettner, de Brusque, vão a leilão no dia 30 de outubro. É uma nova tentativa de vender bens da antiga empresa, que foi uma potência do setor têxtil no passado, mas que teve a falência decretada em 2016. O dinheiro levantando será usado para pagar dívidas da massa falida.

    > Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Ao todo, os imóveis incluem o antigo complexo fabril da Buettner em Brusque, no bairro Bateas, além de vários terrenos na própria cidade e também em municípios vizinhos, como Guabiruba e Botuverá. Tudo está avaliado em R$ 141,1 milhões.

    O leilão do dia 30 de outubro é por preço igual ou superior à avaliação dos bens. Se não aparecem interessados, nova tentativa de venda irá ocorrer no dia 16 de novembro. Neste caso, o lance mínimo cai para 75% do valor de avaliação – R$ 105,8 milhões. A compra pode ser parcelada em até 30 vezes, com 25% de entrada.

    Em dezembro de 2019 já houve uma tentativa de leilão dos bens da Buettner, mas não apareceram ofertas na época. Investidores, inclusive do exterior, chegaram a sondar alguns imóveis no passado. A crise econômica imposta pela pandemia do novo coronavírus, porém, é um obstáculo à parte desta vez.

    Fundada em 1898, a Buettner se tornou um dos ícones da indústria de produtos de cama, mesa e banho de Santa Catarina. Mas, como outras empresas centenárias do setor que tiveram seus anos de glória, sucumbiu às crises, agravadas pela concorrência chinesa. 

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas