nsc

publicidade

Pedro

Empresas

Tex Cotton arremata antigo complexo industrial da Sulfabril em leilão

Compartilhe

Por Pedro Machado
06/12/2018 - 15h49 - Atualizada em: 06/12/2018 - 17h43
O leiloeiro Daniel Elias (E), o síndico da massa falida da Sulfabril, Celso Zipf (C), e o diretor da Tex Cotton, Ricardo Lira (D), após o encerramento do leilão (Foto: Pedro Machado)

O antigo complexo industrial da Sulfabril, na Rua Itajaí, vai receber uma nova fábrica têxtil. A blumenauense Tex Cotton, dona de três marcas de roupas com foco no público feminino, arrematou a área de 71,2 mil metros quadrados em leilão realizado na tarde desta quinta-feira. Pelo conjunto de imóveis, que estava avaliado em R$ 41,25 milhões, a empresa ofereceu R$ 34,35 milhões, com 10% de entrada – paga no ato – e parcelamento do restante em 72 vezes.

Curta Pedro Machado no Facebook​​​

Leia mais notícias de Pedro Machado​​

Além do prédio principal, a companhia também arrematou, por R$ 1.480.500, o segundo lote que foi a leilão também nesta tarde, referente a um terreno de 35,5 mil metros quadrados na Rua Itapema. Antes disso, a Tex Cotton já havia vencido o leilão de outro imóvel da massa falida próximo ao complexo fabril. No total, a empresa desembolsou cerca de R$ 38 milhões no conjunto de bens.

Levar o pacote todo é uma decisão estratégica da Tex Cotton, que quer concentrar suas operações, hoje divididas em quatro imóveis no bairro Garcia, na Rua Itajaí. A empresa tinha um projeto para construir uma nova fábrica na Rua Bahia, mas a direção até hoje aguarda definições relacionadas a licenças ambientais para tirar o projeto do papel. Como tem pressa para crescer, viu no leilão uma oportunidade de acelerar os planos e driblar a burocracia do poder público.

Presente no leilão e responsável pelo lance derradeiro, o diretor-financeiro da Tex Cotton, Ricardo Lira, disse ao blog que algumas reformas precisarão ser feitas no local, mas que a intenção é transferir as atividades o quanto antes, mantendo a estrutura original. A empresa tem cerca de 420 funcionários. No novo espaço, pensa em dobrar esse número no longo prazo.

Disputa acirrada

Antes do início dos trabalhos na tarde desta quinta-feira, no Salão do Tribunal do Júri do Fórum de Blumenau, 14 lances pelo complexo industrial já haviam sido feitos pela internet. Por volta das 14h15min, quando o leiloeiro Daniel Elias Garcia abriu a possibilidade de a plateia fazer ofertas, a proposta mais alta já somava R$ 22,63 milhões – o lance inicial, dado pela própria Tex Cotton ainda no dia 23 de novembro, foi de R$ 20,63 milhões.

Nos 25 minutos seguintes, o clima foi de suspense. Quatro representantes de interessados no pacote deram lances orais. Três deles se alternaram com maior frequência, cobrindo as propostas anteriores dos adversários na disputa – na maioria das vezes com oferta mínima, que era um acréscimo de R$ 50 mil sobre o valor até então vigente. Pelo celular, eles mantinham contato em tempo real com os investidores.

Foram dados exatos 100 lances, com incremento de R$ 11,72 milhões sobre o valor, neste curto período de tempo até o martelo ser batido em definitivo, às 14h40min. Entre outros interessados, o blog apurou que havia um grupo ligado ao ramo da construção civil.

Deixe seu comentário:

publicidade