nsc
nsc

Saúde

Unimed Blumenau estima investimento de até R$ 30 milhões para retomar obra de hospital

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
21/06/2021 - 16h22 - Atualizada em: 21/06/2021 - 16h26
Obra está parada desde 2016
Obra está parada desde 2016 (Foto: Patrick Rodrigues)

A Unimed Blumenau estima um investimento de R$ 25 milhões a R$ 30 milhões para finalizar a construção do hospital geral da cooperativa que começou a ser erguido há cerca de uma década no bairro Vila Nova. As obras estão interrompidas desde 2016, quando o Brasil enfrentava uma de suas tantas crises econômicas. Orçamentos preliminares apontam que seriam necessários em torno de R$ 50 milhões a R$ 60 milhões adicionais para equipar a unidade.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

A forma da aplicação ainda não está definida, mas uma das possibilidades é um modelo misto – parte com verba própria, parte com recursos de financiamento. Uma assembleia geral extraordinária com cooperados será convocada em breve para discutir a questão. O cenário deve ficar mais claro até agosto. Os cálculos, no entanto, ainda podem mudar porque dependem da complexidade do projeto, revelou a cooperativa à coluna. 

No momento, um grupo técnico da Unimed avalia as necessidades da futura estrutura. Os 23 leitos da unidade Centro, por exemplo, vão migrar para a Vila Nova. O projeto prevê uma complementação de leitos – seriam 120 ao todo, com implantação gradativa –, já que a porta de entrada, que é Pronto Atendimento, recebe hoje mais de 50% dos atendimentos de clientes da região de abrangência da cooperativa.

Segundo a Unimed, o novo hospital geral terá especialidades cirúrgicas que podem dar suporte ao PA. Em março, procurada pela coluna para comentar sobre a paralisação das obras, a cooperativa disse que, em um primeiro momento, seriam centralizados no prédio apenas os serviços e atendimentos de baixa e média complexidade para atender aos beneficiários.

A Unimed Blumenau completará em setembro 50 anos de atuação no Vale do Itajaí, onde atende quase 120 mil beneficiários – uma campanha institucional para celebrar a data foi lançada na semana passada. A possível retomada da obra ainda em 2021 é vista pela diretoria como um presente da cooperativa para a cidade.

Relembre o caso

Em dezembro de 2007 cooperados da Unimed Blumenau aprovaram a construção do hospital. No ano seguinte, a cooperativa adquiriu um terreno na Almirante Barroso, na esquina com a Rua Theodoro Holtrup, e começou a prepará-lo para a construção. Em maio de 2009, foi protocolado junto à prefeitura o estudo de impacto de vizinhança do empreendimento.

A proposta inicial previa uma unidade geral de 18 mil metros quadrados e 200 leitos, abrangendo especialidades de clínica médica e cirúrgica de média e alta complexidade, pediatria, gineco-obstetrícia, oncologia, pronto-socorro adulto e pediátrico e unidades de terapia intensiva nas modalidades adulta, pediátrica, neonatal e coronariana, além de centro de diagnósticos por imagens e laboratório de análises clínicas.

Como primeira etapa, a Unimed inaugurou em novembro de 2009 a unidade de pronto-atendimento para casos de baixa complexidade, em operação até hoje. No mês seguinte, o Conselho de Planejamento Urbano de Blumenau aprovava a construção do hospital geral depois do projeto passar por audiência pública.

As obras começaram na sequência, mas chegaram a ser embargadas duas vezes. Na primeira, em 2011, houve problema com alvará. Na segunda, em 2014, porque a construção não estava seguindo o projeto aprovado pela prefeitura. Modificações foram apresentadas e os embargos acabaram arquivados.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas