nsc
nsc

Reflexão

Premiações de games influenciam suas escolhas?

Compartilhe

Pensando
Por Pensando Sobre Games
02/12/2021 - 07h00
Lady Dimitrescu em cena de Resident Evil Village
Resident Evil Village concorre como jogo do ano no Game Awards 2021 (Foto: Capcom/Divulgação)

Falei aqui na semana passada sobre um dos lançamentos de 2021 de qual mais gostei, o It Takes Two. Aproveitei para falar dele por causa de uma premiação que o indicou a melhor game do ano. Um dos meus amigos me mandou a lista com todas as categorias e fiquei pensando se esses prêmios influenciam no interesse dos jogadores por um título ou outro.

Se a gente for para o campo do cinema e pensar no Oscar, podemos dizer que as pessoas geralmente dão uma olhada nos indicados e são influenciadas, chegando a ver algum filme. Nem que seja apenas para comentar com os amigos.

Personagens May e Cody jogam videogame em It Takes Two
It Takes Two concorre na categoria jogo do ano no Game Awards
(Foto: )

Em relação às premiações de videogames, também acho que os jogadores mais entusiastas dão uma olhada nas listas. Mas acho que uma coisa que rola bastante no mundo dos jogos é que as indicações acabam virando combustível para a guerra de consoles.

É um tal de ver se o exclusivo queridinho do ano de cada empresa está na lista, checar quantos jogos que só saíram em um dos consoles aparecem entre os nomeados...

Ao contrário do Oscar, em que leva umas duas horas para você ver cada filme, dificilmente uma pessoa adulta que trabalhe em algo que não esteja relacionado a videogames terá conseguido jogar todos os títulos das categorias principais dos prêmios. A começar pelo fato de que se os games indicados não tiverem saído para o console que você tem em casa, já não vai dar para jogar tudo mesmo.

E aí já aparecem os fanboys nos comentários na internet para falar que tal game deveria ganhar, mesmo sem terem jogado os demais concorrentes. E se fica difícil para os próprios jogadores julgar qual título seria um vencedor justo, já que para escolher o seu favorito você precisa ter acesso a todos os consoles para jogar todos os games, a premiação perde um pouco a força, não?

Samus Aran atira contra monstro no jogo Metroid Dread
Metroid Dread concorre no Game Awards na categoria jogo do ano
(Foto: )

Também tem o fato de que as premiações de videogames não são muito transparentes. Afinal, quem escolhe os ganhadores do Game Awards? Fui pesquisar e os vencedores são selecionados através de um voto misto, 90% de um júri e 10% do público. Esse júri é composto por mais de 100 veículos de mídia que fazem críticas de videogames. E aí, aumentou a credibilidade?

> Como é não ter um Xbox Series X e um PS5 - um ano depois

Sei que estou levantando mais questões do que respostas aqui. Porque eu acho que o quanto uma premiação é importante depende de cada jogador. Tanto no Oscar quanto nos games, acho que uma lista de indicados pode servir como uma curadoria. Não é que quem ganhar seja objetivamente o melhor, mas será um jogo/filme com uma certa qualidade. Provavelmente não vai vencer algo realmente muito ruim.

> "It Takes Two" – um dos melhores jogos de 2021

Não sou fã do Game Awards por achar que geralmente eles premiam um título que teve uma produção muito cara, mas às vezes nem inovou tanto na jogabilidade, ou nem trouxe algo muito novo para a própria franquia.

Cena do jogo de tiro em primeira pessoa Deathloop
Deathloop concorre na categoria jogo do ano no Game Awards
(Foto: )

Mas confesso que o Bafta me desperta a curiosidade. É engraçado, não gosto da premiação deles de cinema, mas a de games acho que é interessante. Gosto de olhar categorias como melhor roteiro, melhor narrativa ou melhor game britânico (eu adoro cultura britânica). Acho que dá para pegar umas dicas de algo interessante para jogar depois.

Isso que acho de premiações: vale a pena pegar uma indicação de algum título que possa ser legal, ou comentar com os amigos. Mas não vale a pena ficar com raiva e brigar por um troféu que nem vai ser seu.

Leia mais:

> "It Takes Two" – um dos melhores jogos de 2021

> Como é não ter um Xbox Series X e um PS5 - um ano depois

> Top 5 jogos baseados em filmes

Joana Caldas - Pensando Sobre Games

Colunista

Pensando Sobre Games

Um espaço dedicado aos videogames. A jornalista Joana Caldas aborda novidades e jogos saudosos, além de debater tendências e refletir sobre o que torna este hobby tão divertido e apaixonante.

siga Pensando Sobre Games

Joana Caldas - Pensando Sobre Games

Colunista

Pensando Sobre Games

Um espaço dedicado aos videogames. A jornalista Joana Caldas aborda novidades e jogos saudosos, além de debater tendências e refletir sobre o que torna este hobby tão divertido e apaixonante.

siga Pensando Sobre Games

Mais colunistas

    Mais colunistas