nsc
    nsc

    Medida Prorrogada

    Cirurgias eletivas em SC seguem suspensas

    Compartilhe

    Raphael
    Por Raphael Faraco
    01/05/2021 - 07h00 - Atualizada em: 01/05/2021 - 13h19
    Cirurgias eletivas continuam suspensas
    Cirurgias eletivas continuam suspensas (Foto: Mario Tama / Getty Images North America / Getty Images via AFP)

    Uma nova portaria publicada pela Secretaria de Estado da Saúde nesta sexta-feira (30), prorroga a suspensão de cirurgias eletivas até 10 de maio. Mas atenção porque não vale para todas.

    > SC libera eventos e casas noturnas com novas regras até 17 de maio; leia o decreto

    > Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

    O que diz a nova portaria:

    Estão suspensos

    Continuam proibidos os procedimentos de média e alta complexidade que, direta ou indiretamente, interfiram no tratamento dos pacientes com a Covid-19. É uma determinação para todos os hospitais em Santa Catarina.

    Na quinta-feira, um dia antes da publicação da nova portaria, a secretária da Saúde Carmen Zanotto falou ao CBN Hub sobre a situação no Estado. 

    — Eu não posso colocar um paciente em uma mesa para cirurgia eletiva com o risco de não ter o sedativo para os que estão graves.

    Este é o grande problema. Faltam insumos para atender todos os pacientes.

    — A média de estoque dos bloqueadores musculares nos nossos municípios é de cinco dias. Alguns menos, até dois dias. A indústria brasileira não está dando conta e as importações são insuficientes devido ao volume de pacientes que estão precisando — completou a secretária.

    Até o dia 10 de maio, o cenário será reavaliado. Enquanto não houver o mínimo de segurança, os centros cirúrgicos continuarão fechados para este tipo de procedimento.

    Já as cirurgias eletivas que não precisam de medicamentos, como os do chamado “kit intubação”, estão permitidas.

    > SC vai receber mais de 260 mil doses da vacina contra a Covid-19

    Detalhes da portaria anterior que foi prorrogada

    Art. 1º. Ficam suspensos todos os procedimentos cirúrgicos eletivos de média e alta complexidade nos Hospitais Próprios de Administração Direta, Hospitais Próprios Administrados por Organização Social (OS), Hospitais Contratualizados sob Gestão Estadual, Hospitais Contratualizados sob Gestão Municipal e Hospitais Privados, em todo o território catarinense;

    §. 1º. A suspensão que trata o caput deste artigo se aplica a todas as unidades hospitalares que disponham de leitos de internação intensivos, intermediários ou clínicos, para tratamento das complicações relacionadas à infecção pelo novo coronavírus;

    §. 2º. A realização dos procedimentos cirúrgicos de média e alta complexidade considerados “tempo-sensíveis”, permanece autorizada mediante manifestação da equipe médica e autorização da instância regulatória;

    §. 3º. A realização dos procedimentos cirúrgicos de média e alta complexidade de urgência e emergência permanece autorizada normalmente;

    § 4º Os procedimentos cirúrgicos eletivos suspensos são todos aqueles realizados sob anestesia geral ou que demandem por uso de sedoanalgésicos e anestésicos intravenosos no transoperatório ou ainda que impliquem em reserva de leito de UTI.

    Leia também:

    > Tomógrafo quebrado no Hospital Infantil de Florianópolis provoca transferências e cancela cirurgias

    > Saiba quanto vai custar cruzar SC pela BR-101 a partir de maio

    Mais colunistas

      Mais colunistas