nsc
nsc

Duplicação

Deputado critica Daniela por veto a recursos para BR-470: "A conta das mortes vai para sua caneta"

Compartilhe

Raphael
Por Raphael Faraco
06/05/2021 - 11h55
BR-470 em obras
BR-470 em obras (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

O deputado estadual Ricardo Alba (PSL) subiu o tom nesta quinta-feira enquanto discursava na tribuna da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O parlamentar endereçou à governadora em exercício, Daniela Reinehr, uma crítica ao veto do projeto que destinava recursos do Estado às obras de rodovias federais:

— A gente vai colocar na conta da sua caneta as mais de 100 mortes que acontecem todo ano só na BR-470.

> Novas doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 chegam a SC nesta quinta-feira

A governadora interina vetou o projeto do próprio governo, de autoria de Carlos Moisés, aprovado pela Alesc para permitir que o Estado repasse até R$ 350 milhões para obras federais atrasadas em SC.

Os recursos seriam destinados para as rodovias BR-470 no Vale do Itajaí, BR-280 no Norte e BR-163 no Oeste do Estado.

Alba defedeu a constitucionalidade da matéria e disse que ficou surpreso que o veto tenha sido publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira (5) à noite sem que o Legislativo fosse informado da decisão como, segundo o parlamentar, é de praxe nesses casos.

— O cidadão que paga impostos não quer saber se o dinheiro vem do governo federal ou do governo do estado. Quer a obra que vai diminuir o número de mortes e destravar o desenvolvimento nas regiões. Espero que tenha sido um grande equívoco, porque foi um duro golpe na qualidade de vida e na própria vida do catarinense — completou Alba.

> Veja como receber as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Na terça (4), o secretário de Estado da Infraestrutura Leodegar Tiscoski esteve na reunião da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc e propôs que o Estado condicione o aporte de R$ 350 milhões a um contrapartida de Brasília no mesmo valor.

O recente corte no orçamento da União para investimentos nas rodovias em Santa Catarina seria um dos motivos para a "pisada de freio".

— A supressão na infraestrutura chega a R$ 136 milhões. É um prejuízo inquestionável para SC e é fundamental a mobilização do Fórum Parlamentar Catarinense na busca pela devolução desses recursos — disse Tiscoski durante a audiência.

Leia também

> Trânsito caótico na Grande Florianópolis é risco a mais para os pacientes; veja os vídeos

> Secretaria da Saúde de SC faz apelo e sugere pacto três dias depois do novo decreto

> SC libera eventos e casas noturnas com novas regras até 17 de maio; leia o decreto

Raphael Faraco

Colunista

Raphael Faraco

Jornalista com mais de 20 anos de carreira, editor e apresentador da NSC TV. Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em SC.

siga Raphael Faraco

Raphael Faraco

Colunista

Raphael Faraco

Jornalista com mais de 20 anos de carreira, editor e apresentador da NSC TV. Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em SC.

siga Raphael Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas